Balé da Cidade abre temporada 2015 fora de casa

Sesc Pinheiros recebe a companhia que é corpo residente do Theatro Municipal de São Paulo

25 mar 2015
16h31
atualizado em 8/4/2015 às 09h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Tradicional atração do Theatro Municipal de São Paulo, onde atua como corpo de baile oficial, o Balé da Cidade de São Paulo (BCSP) terá em sua temporada 2015 um novo espaço de apresentações: o Sesc Pinheiros, na zona oeste paulistana. Coreografias inéditas serão apresentadas de 27 a 29 de março.

<p>Balé da Cidade de São Paulo apresenta-se no Sesc Pinheiros ampliando sua visibilidade na cidade</p>
Balé da Cidade de São Paulo apresenta-se no Sesc Pinheiros ampliando sua visibilidade na cidade
Foto: Sylvia Masini / Divulgação

No palco do Teatro Paulo Autran, do Sesc, serão exibidos os trabalhos “Árvore do Esquecimento”, de Jorge Garcia; “Cenas a 37”, de Alex Soares; e “Fio da Meada”, de Gleidson Vigne. Estas coreografias compõem o programa “Brasileiros”, cujo objetivo é reunir ex-bailarinos do BCSP para coreografar antigos colegas de trabalho e os novos bailarinos que integram o elenco.

Para Iracity Cardoso, diretora artística do BCSP, “esses criadores trazem em suas bagagens coreografias conectadas com suas trajetórias enquanto intérpretes, mas ao mesmo tempo impregnadas da atmosfera e da história de suas origens”.

A “Árvore do Esquecimento”, de Garcia, tem suas raízes fincadas na cultura nordestina e nas influências dos africanos vindos do Benin. Trata então da relação entre memória e esquecimento. Ari Buccioni assina a luz; Leonardo Ceolin, a cenografia; e João Pimenta, os figurinos.

Soares volta em 1978 para revisitar a obra do coreógrafo Oscar Araiz intitulada “Cenas de Família”. E lança o questionamento em “Cenas a 37” sobre como as personagens lidaram com os conflitos familiares após passadas mais de três décadas. O cenário é de Wilson Aguiar e os figurinos, de Cassiano Grandi.

Coreografando pela primeira vez para o BCSP, Vigne em “Fio da Meada” tem o suporte da trilha sonora criada por Tato Taborda, luz de Binho Schaefer, cenografia de Leonardo Ceolin e figurino de João Pimenta. A coreografia vai percorrer a dúvida sobre possibilidades para os caminhos da vida.

“Brasileiros” será apresentado nos dias 27 e 28 às 21h e no dia 29 às 18h, com ingressos entre R$ 12 e R$ 40. O Sesc Pinheiros fica na Rua Paes Leme, 195.

Em abril, o BCSP se apresenta em Salvador, dentro da programação do festival Vivadança. Em maio, integra a programação carioca do Festival O Boticário na Dança.

Veja também:

Após 50 anos da separação, Beatlemania se mantém em São Paulo
Fonte: Cross Content
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade