PUBLICIDADE

Egito: cabeça de granito do faraó Amenofis III é descoberta

28 fev 2010 10h22
| atualizado às 10h32
Publicidade

Uma cabeça gigante de granito vermelho do faraó Amenofis III, de 3.000 anos de idade, foi encontrada no local de seu templo funerário em Luxor, anunciou neste domingo o ministério da cultura egípcio.

"A cabeça está intacta e mede 2,5 metros de altura", indicou em um comunicado Zahi Hawass, diretor do departamento de Antiguidades Egípcias. "É uma obra prima de grande qualidade artística, um retrato do rei com traços esculpidos muito finos e cheios de juventude", descreveu.

A peça é a cabeça de uma grande estátua que representava o faraó de pé, com os braços cruzados e com símbolos reais nas mãos, explicou Hurig Suruzian, chefe da missão arqueológica responsável pela descoberta.

Amenofis III, que governou entre 1390 e 1352 AC, é pai de Akenaton, o "faraó herético", considerado precursor do monoteísmo por ter tentado impor no Egito o culto exclusivo de Aton.

Foto: Divulgação
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade