2 eventos ao vivo

Primeiro romance de Conan Doyle é lançado depois de 137 anos

26 set 2011
14h01
atualizado às 15h24

O primeiro romance do criador de Sherlock Holmes, Arthur Conan Doyle, chega ao mercado nesta segunda-feira (26) no Reino Unido, 137 anos depois de ter sido escrito.

Intitulada The Narrative of John Smith , a obra, que foi perdida no correio e mais tarde reescrita, narra as reflexões de um homem de 50 anos que está recluso em seu quarto por causa de uma doença.

Agora, com o consentimento dos proprietários dos direitos autorais do escritor inglês, a Biblioteca Britânica decidiu publicar o romance, escrito por Conan Doyle aos 23 anos. Para acompanhar o lançamento, a biblioteca também apresentou um audiolivro interpretado pelo ator Robert Lindsay.

"Esta publicação mostra como ainda há coisas para descobrir sobre esta icônica figura literária", explicou à rede de televisão BBC Jon Lellenberg, coeditor do livro.

"The Narrative of John Smith", que fez parte da coleção da biblioteca desde 2007, acompanha uma exposição que, até 5 de janeiro, exibirá os manuscritos da obra contida em quatro cadernos.

Esta primeira obra, que Conan Doyle nunca tentou publicar após reescrevê-la, é considerada mais que um romance, uma série de reflexões sobre literatura, ciência, religião, educação e guerra.

Segundo seus editores, o livro é considerado mais valioso por seu interesse documentário e biográfico do que por seu nível literário. Antes de escrever The Narrative of John Smith , o popular autor de Um Estudo em Escarlate e O Cão dos Baskerville já tinha publicado com sucesso várias de suas curtas histórias, embora escrevendo anonimamente. Aliás, essa era uma característica da época para esse tipo de publicações.

Entre 1883 e 1884, quando foi escrito seu primeiro romance, Conan Doyle vivia na cidade litorânea de Portsmouth, no sul da Inglaterra, onde dividia seu tempo entre a literatura e a carreira médica.

Conan Doyle tem seu primeiro romance lançado, 137 anos depois de ser escrito
Conan Doyle tem seu primeiro romance lançado, 137 anos depois de ser escrito
Foto: Getty Images
EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade