inclusão de arquivo javascript

 
 

Quadro de Picasso pode ter sido queimado

03 de março de 2006 11h27

A Polícia Federal suspeita que o quadro A Dança, de Pablo Picasso tenha sido incinerado. A moldura da tela, roubada do Museu da Chácara do Céu na sexta-feira, foi encontrada queimada do morro dos Prazeres, situado em Santa Teresa, próximo ao museu. Segundo a PF, a moldura tinha pedaços da obra.

Leia mais notícias do jornal O Dia

A Polícia federal divulgou além disso ter informações de que a pintura Jardim de Luxemburgo, de Matisse, estaria sendo leiloada por US$ 13 milhões em um site de leilões da Rússia. A denúncia foi encaminhada à Interpol.

Na tarde desta quinta-feira, a PF fez a reconstituição do assalto. O diretor do Departamento de Museus do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), José do Nascimento Júnior, que participou da reconstituição, anunciou que os 40 museus administrados pelo Ministério da Cultura terão novo sistema de segurança.

Nascimento Júnior não adiantou como será o novo esquema de segurança nos museus e nem qual será o investimento do governo federal, mas explicou que a intenção é implantar o sistema o mais brevemente possível.

"O processo investigativo deve levar a desbaratar essa rede que atuou no Museu Chácara do Céu. Agora, vamos certamente saber seu padrão de ação, para que possamos nos preparar para isso", afirmou.

Na ação criminosa da última sexta-feira, quatro bandidos armados aproveitaram o desfile dos blocos na sexta-feira para invadir o Museu da Chácara do Céu e levar quatro telas consideradas as mais valiosas do acervo, dos pintores Pablo Picasso, Salvador Dali, Claude Monet e Henri Matisse, além de um livro com ilustrações de Picasso. A segurança do local era feita por vigilantes desarmados de uma firma terceirizada.

As investigações do roubo estão a cargo da Delegacia de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e o Patrimônio Cultural da Polícia Federal.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.