Diversão

publicidade
12 de agosto de 2012 • 16h46

Bilionário George Soros vai se casar pela terceira vez

Por Matthew Goldstein

12 Ago (Reuters) - O investidor bilionário George Soros tinha muito a comemorar na noite de sábado: seu 82º aniversário e o noivado com a namorada muito mais jovem, Tamika Bolton.

Soros e Tamika, que se conheceram na primavera de 2008, anunciaram oficialmente o noivado em uma festa na casa de veraneio de Soros em Southampton, Nova York, na qual compareceu um pequeno grupo de amigos e parentes, segundo uma pessoa próxima ao investidor.

Soros pediu Tamika em casamento há algumas semanas durante um fim-de-semana nos Hamptons, uma colônia à beira-mar em Long Island frequentada pela elite nova-iorquina.

Será o terceiro casamento de Soros e o segundo de Tamika, que esteve casada por um breve período nos anos 1990. Soros tem cinco filhos de seus casamentos anteriores.

No ano passado, a brasileira Adriana Ferreyr, ex-namorada de Soros, entrou com uma ação alegando que ele não cumpriu uma promessa de lhe dar um apartamento. Soros entrou com um pedido de anulação da ação feita pela ex-atriz de novela.

O advogado de Adriana, Robert Hantman, disse: "Eu desejo a ele sorte em seu casamento, e agora que ele não precisa do apartamento, esperamos que o caso seja resolvido".

Soros, que é um contribuinte ativo de causas politicamente liberais e costuma discursar em eventos econômicos mundiais, converteu seu hedge fund em um escritório familiar em 2011 e parou de administrar o dinheiro para investidores externos.

Tamika, que já iniciou um negócio de suplemento dietético na internet e hoje administra um negócio de yoga pela rede, é formada em administração pela Universidade de Miami.

O anel de noivado que Soros deu a Tamika, segundo uma pessoa próxima a ele, é um diamante Graff em uma moldura de platina com uma faixa de ouro rosa.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.