0

Artista encara maratona para pintar corpos nus no carnaval

Madison Araujo tem 21 anos de experiência e gasta apenas uma hora para pintar os corpos das musas no Rio e em São Paulo

1 mar 2014
03h52
atualizado às 04h00
  • separator
  • comentários

Uma ideia na cabeça e um pincel na mão bastam para que o artista Madison Araujo dê forma à sua imaginação no corpo das musas do carnaval do Rio e de São Paulo. "A escola me diz o que quer e eu desenho, sem rascunho, direto do corpo", contou, logo após fazer uma onça no corpo da destaque Andrea Martins, na União de Jacarepaguá, do grupo de acesso do carnaval do Rio. "Levo apenas uma hora para fazer cada pintura", explica.

<p>Madison Araujo faz seus desenhos direto no corpo</p>
Madison Araujo faz seus desenhos direto no corpo
Foto: Marcelo Moreira / Futura Press

Confira a Previsão do Tempo para o Rio de Janeiro no Carnaval

Sexta-feira, duas pinturas no Rio. Sábado, três em São Paulo, e domingo, mais três no Rio. Segunda, novamente Andrea, que será rainha de um bloco. "Cada uma delas com sua particularidade", disse. "Uso uma tinta especial e a pintura não sai nem com suor, nem com chuva", afirma com a experiência de 21 anos no ramo.

A parceria com Andrea é antiga e vai adiante. Os dois já viajaram juntos para participar de concursos de body painting na Argentina e nos Estados Unidos. "Depois do carnaval vamos fazer mais apresentações fora do país", diz ele. A confiança entre os dois é tanta que Andrea usa apenas um mínimo tapa sexo antes de entrar na avenida. "Ele diz que eu nao paro um minuto enquanto ele pinta. Mas ele já acostumou", ri a modelo, que saiu também na Renascer de Jacarepaguá. "Mas sou de Bonsucesso", afirma.

Só que na Renascer Andrea teve que improvisar sua fantasia. É que a bolsa de tintas que Madison usaria para repintar Andrea com o enredo da segunda escola, simplesmente sumiu. "Pedi a um rapaz para ficar de olho e a bolinha desapareceu", lamentou. Andrea, com 18 anos de carnaval, acha que foi vítima de sabotagem. "Sei como são essas coisas, mas tenho sempre uma fantasia reserva para essas ocasiões", afirma.

Andrea conta que tem bancar suas fantasias, enquanto não chega um convite de uma escola grande para ser rainha de bateria. "Mas minha hora vai chegar. Quando virar rainha me aposento no ano seguinte", planeja ela que se intitula a "rainha do corpo pintado", já que contabiliza 26 desfiles na avenida apenas com o corpo pintado, praticamente nua. Andrea não conta quanto gasta para fazer suas fantasias, mas o trabalho de Madison tem um preço: R$ 500 cada corpo pintado, mais passagens e hospedagem do artista.

 

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/infograficos/rainhas-bateria-sp-2014/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://diversao.terra.com.br/infograficos/rainhas-bateria-sp-2014/&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;Carnaval 2014, conhe&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;ccedil;a as rainhas da bateria&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade