0

Tijuca fecha Carnaval com tributos a Senna e velocidade

4 mar 2014
04h41
atualizado às 05h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma homenagem diferente a Ayrton Senna encerrou os desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro. Com diversas alusões à velocidade, a Unidos da Tijuca prestou um tributo a um dos maiores esportistas da história brasileira, morto há 20 anos durante o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1.

Confira a Previsão do Tempo para o Rio de Janeiro no Carnaval

Senna, tricampeão de F1, morreu aos 34 anos em 1º de maio de 1994, após perder o controle de sua Williams e se chocar contra um muro de proteção na fatídica curva de Tamburello – que foi modificada depois do acidente. Viviane e Bruno Senna, respectivamente irmã e sobrinho de Ayrton, participaram do desfile. 

A Unidos da Tijuca misturou personagens reais e dos desenhos animados na comissão de frente para apresentar a homenagem ao ex-piloto. Senna e o velocista jamaicano Usain Bolt contracenavam com os “mocinhos” Sonic, Ligeirinho, Cheetara, Speed Racer, The Flash e Penélope Charmosa e se misturavam a vilões como Dick Vigarista e o cão Muttley e o Corredor X na apresentação da escola ao público da Sapucaí.

Depois da passagem do abre-alas com diversas representações de Ayrton Senna e imagens da carreira do piloto, a Unidos da Tijuca continuou fazendo alusões à velocidade e dedicou alas a animais como o cavalo, o beija-flor, o peixe-agulhão, o falcão-peregrino e o guepardo. A escola também destacou a velocidade da internet, da eletricidade e até do trem-bala, representado em uma ala com fantasias de locomotivas e balas.

A velocidade nos desenhos animados voltou a ser representada em alas da Unidos da Tijuca: Ligeirinho, Sonic, Speed Racer e até o Papa-Léguas cruzaram a Marquês de Sapucaí na madrugada desta terça. Um carro alegórico foi destinado à Corrida Maluca, com os carrinhos de todos os personagens se movimentando pela alegoria.

A ode à velocidade da Tijuca continuou com a alusão a esportes como atletismo, ciclismo, motociclismo e remo. O tributo a Ayrton Senna ganhou mais forma com uma alegoria com várias fotos do piloto e um kart – de verdade – dando voltas pelo circuito oval.

O desfile terminou com a alegoria “pódio”, cheia de troféus, em referência às vitórias de Ayrton Senna. O carro espirrava jatos d’água para representar a destreza que Senna tinha em pilotar sob chuva.

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/" data-cke-621-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/">veja o infográfico</a>

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/" href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade