0

União da Ilha exalta infância, mas sofre com quebra de carro

3 mar 2014
23h19
atualizado em 4/3/2014 às 00h01
  • separator
  • 0
  • comentários

A Marquês de Sapucaí virou um mundo mágico na noite desta segunda-feira com o desfile da União da Ilha. A segunda escola de samba na avenida neste último dia de Grupo Especial abriu o baú de brinquedos e dedicou seu desfile ao universo infantil, transformando a avenida em uma enorme área de jogos e brincadeiras. Um carro alegórico, entretanto, apresentou um problema grave e deve prejudicar o resultado da agremiação.

Confira a Previsão do Tempo para o Rio de Janeiro no Carnaval

Com bonecas, cubos mágicos, soldadinhos de chumbo, muitos balões e até o jogo pega-vareta, a União da Ilha encheu a Sapucaí de cores enquanto entoava os versos “vem sorrindo cirandar que eu vou dar meia volta, volta e meia no seu coração. Ser criança não é brinquedo, não!”. O enredo da escola era intitulado “É brinquedo, é brincadeira, a Ilha vai levantar poeira”.

Na “pátria de chuteiras” e em ano de Copa do Mundo, o futebol não ficou de fora no desfile da União da Ilha. As baianas rodaram pela Sapucaí com vestidos que lembravam bolas de futebol e abriram espaço para uma alegoria com mais menções ao esporte, mas sempre com as cores da bandeira nacional – destaque para uma mesa de pebolim (ou fla-flu, ou totó, de acordo com a região do País).

Enquanto o intérprete Ito Melodia puxava o samba-enredo e cantava para o público da Sapucaí que “um super-herói pode ser você”, a bateria dava o ritmo com fantasias de Homem-Aranha, sendo liderados pela rainha Bruna Bruno, vestida de Mulher Maravilha.

Em seguida, a União da Ilha desfilou o universo virtual, quando teve o desfile comprometido: o telão do carro começou a se inclinar para a frente e aparentemente só não tombou porque ficou apoiado na cabeça gigante de um robô na alegoria. O problema não foi consertado, mas o folião foi retirado em segurança pelo Corpo de Bombeiros.

Apesar do problema, o desfile da União da Ilha continuou com bastante animação. A escola desfilou contos de fada pela avenida, com o personagem Pinóquio representado em um carro alegórico – o nariz do boneco de madeira aumentava e diminuía. Até Gepeto, o criador do brinquedo na fábula, estava na avenida.

Um outro problema marcou o final do desfile da União da Ilha, com o carro do pebolim ficando enganchado na avenida – a escola, porém, não teme dedução de pontos por conta desse problema, que não teria sido flagrado por nenhum jurado.

Nesta última noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro, ainda desfilam na Sapucaí Vila Isabel, Imperatriz Leopoldinense, Portela e Unidos da Tijuca. 

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/" data-cke-792-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/duelo-bumbuns-rio-x-sp/">veja o infográfico</a>

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/" href="http://diversao.terra.com.br/carnaval/musas-do-carnaval-2014/">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade