0

O dia em que Armandinho tocou sozinho no Carnaval de Salvador

7 mar 2011
00h36
atualizado às 18h18
Vagner Magalhães
Direto de Salvador

A noite deste domingo proporcionou uma cena rara. O encontro de Daniela Mercury, Ivete Sangalo e Armandinho, que foi "abandonado" pela sua banda ao insistir em fazer um solo de guitarra com as duas.

Armandinho comandou o público no circuito Barra-Ondina até seu trio quebrar
Armandinho comandou o público no circuito Barra-Ondina até seu trio quebrar
Foto: Vagner Magalhães / Terra

Tudo começou com a quebra do Trio Armandinho Dodô & Osmar em frente ao Expresso 2222, de Gilberto Gil. O caminhão teve um problema na embreagem e só depois de mais de duas horas foi rebocado.

Quando ele estava quase pronto para sair, Daniela Mercury, que vinha atrás, convidou Armandinho para acompanhá-la em uma cantoria. Ele explicou que não seria possível porque o caminhão precisava "dar uma arracancada".

Daniela respondeu: "já está quebrado aí faz tempo. Mais cinco minutos não vai fazer diferença". Em seguida, Ivete Sangalo, que estava em seu camarote, também foi acionada. Aceitou o convite. Armandinho cedeu e começou a tocar.

Nesse momento, começou uma discussão entre os músicos da banda. Ninguém acompanhou Armandinho, que sozinho, colocou a sua guitarra baiana para funcionar. No resto do trio, todos de braços cruzados, com ar de contrariedade.

O trio Armandinho, Dodô & Osmar é uma homenagem ao Ford modelo 1929, pai dos trios elétricos. Ele foi levado às ruas pela primeira vez em 1950 pelos seus criadores, entre eles Dodô e Osmar. Com a sua guitarra baiana em mãos, Armandinho ainda entoa os mesmos sucessos que notabilizaram seus criadores, como a Vassourinha elétrica.

A assessoria do trio entrou em contato no dia seguinte com o Terra e deu a sua versão sobre o incidente na Avenida Oceânica.

"O (abandono a Armandinho) não aconteceu em nenhum momento. Havia sim uma questão de segurança, e quanto menos gente estivesse em cima do Trio, melhor. Os músicos desceram primeiro, e Armandinho desceu para o camarim 15 minutos depois, pois não poderia tocar quanto a troca do caminhão fosse feita, o que realmente aconteceu"

Veja na íntegra a versão de Armandinho:

O Trio Elétrico Armandinho, Dodô & Osmar enfrentou uma verdadeiramaratona neste domingo de Carnaval, em seu primeiro dia no Circuito Dodô- Barra/Ondina, mas valeu a pena. Betinho, Armandinho, Aroldo e AndréMacedo, acompanhados dos músicos da Banda Armandinho, Dodô e Osmar,começaram o desfile por volta das 19:00 horas, pouco antes do Farol daBarra, tocando "Frevo do Trio Elétrico", e seguiram pela AvenidaOceânica, animando os foliões da pipoca, que brincam sem blocos e semcordas.

Quando o Fobicão chegou em frente ao Camarote Expresso 2222, poucoantes do monumento do Cristo, na Barra, o caminhão que puxa o TrioElétrico apresentou um problema mecânico - quebra de embreagem - que nãopôde ser resolvido rapidamente. A Coordenação do Carnaval, representadapor Rubinho e Waldemar, em contato com a Associação Baiana de TriosIndependentes (ABTI), decidiu então trocar o caminhão.Numa operação complicada, que contou com a ajuda fundamental da PolíciaMilitar da Bahia e mostrou porque o Carnaval da Bahia é considerado omelhor do mundo, a Coordenação conseguiu fazer chegar ao local outrocaminhão, retirar o que estava quebrado e fazer a troca. Toda essalogística só foi possível graças ao apoio dos foliões, que abriramespaço para a chegada do novo caminhão, que entrou pela Rua AirosaGalvão e chegou até a Avenida Oceânica, onde estava parado o Fobicão.

Enquanto esperavam pela solução do problema, os músicos da BandaArmandinho, Dodô e Osmar, assim como todos os convidados, tiveram quedescer do Trio Elétrico, por uma questão de segurança. Armandinho aindapermaneceu no palco do Fobicão por mais alguns minutos, tocando suaGuitarra Baiana, mas também teve que descer, pois, para fazer a troca docaminhão com tranqüilidade e sem oferecer mais riscos às pessoas, quantomenos gente em cima do caminhão, melhor. Aroldo Macêdo coordenou a trocado caminhão de cima do Trio Elétrico, e Paulo Leal, da ABTI, ficou nochão, manobrando os dois caminhões, com a ajuda da Polícia Militar.

Quando a troca do caminhão foi feita, a Banda Armandinho, Dodô e Osmarvoltou ao palco tocando "Cadê o Trio?", música de Armandinho e MoraesMoreira, que conta a história do que aconteceu em 1982, quando ocaminhão do Trio quebrou, a caminho de Itabuna, e mesmo assim, a Bandase apresentou no Carnaval daquele ano.

"Se o caminhão virou
Deixa virar
Mas nem por isso
O trio deixou de tocar"

O desfile do Fobicão seguiu então até Ondina, animando os foliões doCircuito Dodô, e, no início da madrugada da Segunda de Carnaval,terminou sua apresentação, já na entrada da Avenida Ademar de Barros,tocando o "Hino do Senhor do Bonfim".

Hoje, o Trio Elétrico Armandinho, Dodô & Osmar desfila novamente daBarra, a partir das 21:30 horas. Betinho, Armandinho, Aroldo, André e osmúsicos da Banda Armandinho, Dodô e Osmar prometem um dia especial paraquem acompanhar a pipoca do Fobicão.

Carnaval no Terra
O Terra transmite, ao vivo e em HD, a folia em Salvador. Não perca Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Daniela Mercury, Chiclete com Banana, entre outros, agitando o circuito Barra-Ondina.

O portal também acompanha minuto a minuto todos os desfiles e a apuração das escolas de samba de Rio de Janeiro e São Paulo. Notícias, fotos, vídeos e a transmissão de Salvador também estão em tablets e no celular. Acesse m.terra.com.br/carnaval2011.

Fonte: Terra
publicidade