0

Artista brasileiro Romero Britto completa 50 anos de idade

6 out 2013
08h24
atualizado às 08h57
  • separator
  • comentários

Nascido em 6 de outubro de 1963, no Recife, Romero Britto completa cinquenta anos de idade neste domingo. O artista, pintor e serígrafo ganhou gosto popular por seu traços característicos com traços de diferentes espessuras, cores vibrantes e temas alegres. O resultado estético, embora popular, é questionado constantemente por parte da opinião especializada em função da sua repetição de temas da pop art.

<p>Em uma vida ditada por cores e traços, o pintor Romero Britto, nascido no Recife, completa cinquenta anos de idade neste domingo (6); seu estilo nas telas ganhou o mundo e o tornou uma das referências do Brasil no exterior. Navegue pela galeria e veja algumas de suas obras</p>
Em uma vida ditada por cores e traços, o pintor Romero Britto, nascido no Recife, completa cinquenta anos de idade neste domingo (6); seu estilo nas telas ganhou o mundo e o tornou uma das referências do Brasil no exterior. Navegue pela galeria e veja algumas de suas obras
Foto: Getty Images

A carreira de Britto começou efetivamente aos 18 anos, mas seu interesse pelas artes veio muito mais cedo, ainda na infâcia. Autodidata, conheceu em 1983 as obras de Matisse e Picasso, que o inspirou a trabalhar com cores fortes e a combinação do cubismo com a pop art.

<p>A interpretação do artista da família real britânica</p>
A interpretação do artista da família real britânica
Foto: Getty Images

Em 1988, Britto foi para os Estados Unidos morar em Miami, e lá ganhou exposição internacional. No ano seguinte participou da campanha de uma marca de vodca e emprestou seus traços para uma série especial ao lado de Andy Warhol e Keith Haring, o que lhe deu mais exposição. Sua obra foi requisitada por diversas marcas que usaram seus desenhos em diversas campanhas nos anos seguintes. 

Em 2010, colaborou com a Fifa para criar um cartaz para a Copa do Mundo, realizada na África do Sul. Neste meio tempo, teve vários livros publicados e seu trabalho foi exibido em museus e galerias de amis de 100 países ao redor do mundo, além de obras abertas ao público, como uma instalação no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade