PUBLICIDADE

Cenógrafo brasileiro Cyro del Nero morre aos 78 anos

31 jul 2010 13h28
| atualizado às 13h40
Publicidade

O cenógrafo brasileiro Cyro Del Nero morreu vítima de insuficiência coronariana às 2h15 deste sábado (31), no Instituto do Coração (InCor), em São Paulo, aos 78 anos. Ele deixa mulher e sete filhos.

O corpo do cenógrafo será cremado neste sábado no Crematório Primaveras, em Guarulhos, às 17h. A sala de cremação foi projetada por ele em 2004 com jardins de inverno para criar um espaço que Cyro considerava atemporal. O velório acontece na capela do Cemitério Primaveras.

Cyro Del Nero passou pela TV Record e TV Excelsior, e criou as grades de programação, as vinhetas, os intervalos desenhados e até clipes. Também foi Diretor de Arte da Globo, onde fez, entre outras coisas, a abertura do Fantástico, e de novelas da emissora.

Trabalhou também na TV Tupi do Rio e ganhou prêmios, entre eles, o de Melhor cenógrafo nacional, na IV Bienal de Artes Plásticas de São Paulo. Também foi professor da Universidade de São Paulo, ministrou palestras e fez cenários memoráveis no Brasil e no exterior.

Cyro Del Nero trabalhou na TV Globo e fez aberturas de diversas novelas
Cyro Del Nero trabalhou na TV Globo e fez aberturas de diversas novelas
Foto: Reprodução
Fonte: Redação Terra
Publicidade