0

Família Jackson teria desistido de indenização contra Murray

19 jan 2012
08h45
atualizado às 08h51

A família de Michael Jackson teria desistido da restituição que pediram pela morte do cantor, que aconteceu em 25 de junho de 2009. De acordo com o processo, Dr. Conrad Murray - acusado de matar Michael com uma dose letal de propofol - deveria pagar uma indenização de US$ 100 milhões. As informações são do Female First.

No entanto, agora que a licença médica de Murray foi revogada, os familiares do cantor teriam decidido deixar o pedido de lado. Conrad Murray foi sentenciado em novembro de 2009 pelo juiz Michael Pastor - da Corte Superior do condado de Los Angeles - a quatro anos de prisão por ser considerado o responsável direto pela morte do Rei do Pop, pena máxima que poderia receber, segundo as leis californianas.

Conrad Murray foi condenado pela morte do cantor em novembro de 2011
Conrad Murray foi condenado pela morte do cantor em novembro de 2011
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade