1 evento ao vivo

"Fiz de tudo para salvá-lo", diz Murray após julgamento

9 nov 2011
11h16
atualizado às 11h23

De acordo com o jornal The Mirror, Conrad Murray, considerado culpado pela morte do cantor Michael Jackson, deu a primeira entrevista a um programa de TV após o fim do julgamento.

Infográfico:Confira os momentos mais importantes do julgamento de Conrad Murray

Ele disse que Michael implorou para que lhe aplicasse altas doses de Propofol. "Ele acreditava que era a única coisa que melhoraria sua dores e o faria dormir tranquilamente", disse.

Segundo a publicação, ainda não se sabe se o médico cobrou para conversar com o canal de TV. Durante a conversa, Murray falou sobre como foi encontrar Michael Jackson sem vida. Ele afirmou que tentou, junto com os seguranças da casa, para tentar socorrê-lo, mas não deu tempo. "Fiz de tudo para salvá-lo", explicou.

Na última segunda-feira (7), o júri anunciou que ele foi considerado culpado pela morte do cantor. Em 29 de novembro será decidida a pena que Murray irá pegar.

Conrad Murray disse que Michael Jackson implorava pelas doses de Propofol
Conrad Murray disse que Michael Jackson implorava pelas doses de Propofol
Foto: Reuters
Fonte: Terra
publicidade