Famosos

publicidade
22 de janeiro de 2013 • 23h55 • atualizado às 00h59

Homem pega 6 meses em centro de reabilitação por perseguir Mila Kunis

Stuart Lynn Dunn foi acusado de acossamento, apesar de uma ordem anterior que o proibia de se aproximar da atriz
Foto: Getty Images

Um homem de 27 anos foi condenado nesta terça-feira a passar seis meses em um centro de reabilitação por ter perseguido a atriz Mila Kunis, de 29. Stuart Lynn Dunn foi acusado de acossamento, apesar de uma ordem anterior que o proibia de se aproximar da atriz, após uma primeira detenção em janeiro por ter entrado em um apartamento vazio de propriedade de Kunis.

Em fevereiro de 2012, ele reconheceu essa perseguição e recebeu uma ordem para se manter longe de Mila Kunis. No entanto, três meses depois, em 4 de maio, foi detido de novo depois de ter ido três dias seguidos à academia da atriz de origem ucraniana.

Ela atuou no cinema em filmes como Cisne Negro ou Amizade Colorida. Kunis foi revelada por suas participações em séries como Walker, Texas Ranger e That 70's Show. Kunis ganhou um Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante por sua atuação em Cisne Negro, recebido em 2011.

AFP