Autor de 'Paraíso Tropical' critica atuação de Alessandra Negrini

19 de junho de 2008 • 07h35 • atualizado às 10h17
Alessandra Negrini viveu gêmeas na novela  Paraíso Tropical Foto: Willian Andrade/TV Globo/Divulgação
Alessandra Negrini viveu gêmeas na novela Paraíso Tropical
24 de julho de 2007
Foto: Willian Andrade/TV Globo/Divulgação

Gilberto Braga, autor de Paraíso Tropical (2007), da Globo, criticou o trabalho de Alessandra Negrini no papel das gêmeas Taís e Paula, segundo o jornal O Dia. Ele participou da série Depoimentos para a posteridade, do Museu da Imagem do Som, ontem, no Rio.

» Autor de 'A Favorita' diz estar preparado para beijo gay
» Autor da Globo diz que Santoro desperdiça talento no exterior
» Leia mais notícias de O Dia

"Paraíso teria Cláudia Abreu no papel das gêmeas. Queria ver a Laura, de Celebridade, irmã da Vitória (Cláudia em Belíssima). Mas a Cacau engravidou e nós pensamos na Alessandra Negrini. Mas ela não é a Cláudia Abreu. Ela foi competente, mas foi um pouco demais, não tem a empatia da Cláudia", disse.

"Tanto é que todos os prêmios quem ganhou foi a Camila Pitanga (a Bebel). Se Cláudia tivesse feito as gêmeas, todos os prêmios seriam dela", criticou ele, ao lado de Fernanda Montenegro, e dos também entrevistadores Dennis Carvalho (diretor), Sílvio de Abreu (autor), João Ximenes e Sérgio Marques (roteiristas).

Vera Fischer e Bruna Lombardi não escaparam das críticas de Gilberto Braga. Em Brilhante (1981), ele percebeu que não trabalha bem com Vera. "Não tenho química com Vera Fischer. Ela me dá a impressão de que faz uma faxina muito bem", solta.

Com Bruna Lombardi os problemas aconteceram em Louco Amor (1983). "Não posso trabalhar com a Bruna. Ela não é a minha praia, não funcionou. E o Fábio Jr., par dela, também não estava bem, mas a novela dava audiência".

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »