Morre Ankito, um dos astros da chanchada nacional

30 de março de 2009 • 18h52 • atualizado em 31 de março de 2009 às 08h21
O humorista Ankito morreu nesta segunda-feira aos 85 anos Foto: Joao Miguel Junior / TV Globo/Divulgação
O humorista Ankito morreu nesta segunda-feira aos 85 anos
30 de março de 2009
Foto: Joao Miguel Junior / TV Globo/Divulgação

Morreu nesta segunda-feira no Rio de Janeiro o comediante Ankito, um dos grandes nomes do gênero do cinema brasileiro conhecido como chanchada. O ator tinha 85 anos e lutava contra um câncer no pulmão.

Nascido Anchizes Pinto em 1924 em São Paulo, seu pai era o palhaço Faísca e o tio, o famoso Piolim. Sem fugir da veia circense, Ankito pisou em um picadeiro profissionalmente pela primeira vez aos 7 anos de idade. Mas no lugar do riso, Ankito preferia o risco do Globo da Morte.

Onze anos mais tarde, tornou-se acrobata clássico no Cassino da Urca, na época um esporte que lhe rendeu o título de campeão americano por 5 vezes. Pouco mais tarde, substituiu por uma noite o ator principal, fez sucesso e permaneceu no elenco.

Em 1952, Ankito foi convidado para estrear no cinema, em É Fogo na Roupa. O que seria apenas uma participação pequena, ele roubou a cena e faturou o primeiro lugar nos créditos do longa.

O ator trabalhou em cerca de 30 filmes e chegou a substituir Oscarito, com quem era confundido, na dupla com Grande Otelo. Na televisão Ankito participou das novelas A Sucessora e Alma Gêmea, e fez as séries Carga Pesada, Amazônia - De Galvez a Chico Mendes e Engraçadinha, seus amores e seus pecados.

Ankito interpretava o Usinhor no humorístico Zorra Total. Ele parou de trabalhar há 2 meses, quando a doença se complicou.

O enterro acontece nesta terça-feira, às 11h, no Cemitério do Catumbi, no Rio.

Filmografia
1990 - Beijo 2348/72
1988 - O Diabo na Cama
1988 - O Escorpião Escarlate
1985 - Brás Cubas
1980 - Bububú no Bobobó
1977 - O Pequeno Polegar Contra O Dragão Vermelho
1976 - Guerra é Guerra
1975 - Ladrão de Bagdá, O Magnífico
1969 - Deu a Louca no Cangaço
1969 - Um Sonho de Vampiros
1966 - As Cariocas
1961 - Os Três Cangaceiros
1961 - Um Candango na Belacap
1960 - Sai Dessa, Recruta
1960 - Vai Que é Mole (Macio)
1960 - Pistoleiro Bossa Nova (Inocêncio)
1959 - Garota Enxuta (Aporanga Popó)
1959 - Quem Roubou Meu Samba? (Leovigildo)
1958 - E o Bicho Não Deu
1958 - É de Chuá
1958 - Pé na Tábua (Petrônio Pouca Sorte)
1957 - Metido a Bacana (Anacleto/Hilário)
1957 - De Pernas Pro Ar
1956 - Boca de Ouro
1955 - O Feijão é Nosso
1955 - Angu de Caroço
1955 - O Grande Pintor
1955 - Rei do Movimento
1954 - Marujo Por Acaso
1953 - Os Três Recrutas
1952 - É Fogo na Roupa

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »