Farrah Fawcett, a eterna 'Pantera', morre aos 62 anos

25 de junho de 2009 • 13h45 • atualizado em 06 de agosto de 2009 às 12h44
Farrah Fawcett perde luta contra o câncer Foto: Getty Images
Farrah Fawcett perde luta contra o câncer
25 de junho de 2009
Foto: Getty Images

Farrah Fawcett, a Jill da série As Panteras, morreu nesta quinta-feira, 25 de junho de 2009, no Hospital St. John's Health Center, em Santa Monica, Los Angeles, por volta das 13h30 (horário de Brasília), 9h30 (horário local). Seu companheiro de longa data, o ator Ryan O'Neal, 68 anos, estava ao lado da atriz em seus últimos minutos.

A atriz americana lutava contra um câncer retal desde setembro de 2006. Em outubro do mesmo ano, Farrah se submeteu a uma cirurgia para retirar um tumor do intestino grosso e fez sessões de quimioterapia e radioterapia durante seis semanas. Quatro meses depois, a atriz recebeu um diagnóstico de que estava curada. No entanto, em maio de 2007, ela anunciou que o tumor havia voltado.

Nascida no Texas em 2 de fevereiro de 1947, Farrah, cujo nome verdadeiro é Ferrah Leni Fawcett, estudou microbilogia na Universidade do Texas, mas sempre quis ser atriz. Estreou na televisão em 1965 na série Jeannie é um Gênio. Nos anos seguintes, participou de The Flying Nun (1967) e The Partridge Family (1970). Em 1968, a atriz conheceu o ator Lee Majors. Eles oficializaram a união em julho de 1973.

Queridinha da América
O grande sucesso veio após ser convidada pelo produtor Aaron Spelling para atuar no seriado As Panteras (Charlie Angel's), em 1976, ao lado de Kate Jackson e Jaclyn Smith.

O seriado virou rapidamente um dos mais famosos nos Estados Unidos e as três atrizes atingiram o estrelato. Mas Farrah, com sua beleza estonteante, virou a "queridinha da América".

As longas horas de gravação e a fama repentina da mulher irritavam Majors. Provavelmente por conta disso, Farrah abandonou As Panteras em 1977, fato que não foi bem recebido pelos fãs.

Farrah e Majors acabaram se divorciando em 1979. Em 1981, Farrah conheceu o também ator Ryan O'Neal. Seu divórcio com Majors foi oficializado em 1982, logo após, ela e O'Neal foram morar juntos. Em 1985, Farrah e O'Neal tiveram um filho, Redmond O'Neal.

Depois de As Panteras, a atriz passou um certo tempo longe dos holofotes, mas voltou ao estrelato protagonizando a série The Burning Bed, em 1984, baseada na história real de uma mulher que apanhava do marido. A série teve boa audiência e Farrah foi bastante elogiada pela crítica.

Farrah posou para a Playboy americana em dezembro 1978. A atriz surpreendeu os fãs ao posar novamente para a publicação em dezembro de 1995, aos 48 anos. A edição vendeu mais de 4 milhões de exemplares e é até hoje a terceira Playboy mais vendida da história nos Estados Unidos.

Seu último trabalho nas telonas foi no filme Churrasco da Pesada (The Cookout), de 2004, dirigido por Lance Rivera e que tinha no elenco o rapper Ja Rule.

Farrah e O'Neal
Os dois atores se conheceram em 1981, época em que Farrah já estava separada de seu primeiro marido, mas ainda não era oficialmente uma mulher divorciada. Assim que a atriz conseguiu o divórcio, ela e O'Neal foram morar juntos. Os dois tiveram um filho em 1985, Redmond O'Neal - que atualmente tem 24 anos e está preso por envolvimento com drogas -, e ficaram juntos até 1997. Recentemente, os dois se reaproximaram e nos últimos dias O'Neal havia pedido Farrah em casamento. Na última segunda (22), O'Neal declarou ao jornal Daily Telegraph que Farrah havia dito sim ao seu pedido.

O câncer
Quase vinte anos depois de enfrentar um câncer de mama (ela se submeteu a uma mastectomia - cirurgia para retirar a mama - em 1988), Farrah Fawcett reviveu o pesadelo. Em setembro de 2006, ela descobriu que estava com câncer retal. Quatro meses mais tarde, declarou-se livre da doença, mas o câncer voltou em maio de 2007. Dois meses antes de morrer, e depois de ter buscado tratamentos alternativos na Alemanha, a atriz soube que a doença havia se espalhado para o fígado.

Em 2 de abril deste ano, Farrah foi internada com hemorragia. Ela passou por um tratamento para conter um sangramento na parede do estômago e deixou o hospital uma semana depois. Ela voltou a ser internada, pela última vez, na última segunda, dia 22 de junho.

Farrah contou sua própria história em um documentário exibido na TV americana no início de maio. Em Farrah's Story, a atriz relata suas lutas particulares e os tratamentos aos quais se submeteu nos Estados Unidos e na Alemanha. Rodado com sua própria câmera de vídeo caseira e narrado por ela, o especial de duas horas inclui participações de Ryan O'Neal e de suas colegas de As Panteras, Jaclyn Smith e Kate Jackson.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »