Morre aos 82 anos o ator Sérgio Viotti em São Paulo

26 de julho de 2009 • 13h54 • atualizado em 29 de outubro de 2009 às 09h51
Sérgio Viotti sofreu uma parada cardiorrespiratória Foto: Fred Pontes/AgNews
Sérgio Viotti sofreu uma parada cardiorrespiratória
26 de julho de 2009
Foto: Fred Pontes/AgNews

Sérgio Viotti, 82 anos, morreu na manhã deste domingo (26) em decorrência de uma parada cardiorrespiratória, em São Paulo. De acordo com o comunicado divulgado pelo Hospital Samaritano, o ator estava internado desde o dia 19 de abril. Ele tinha sofrido uma parada cardíaca durante a festa de casamento do filho da escritora Maria Adelaide Amaral.

Depois de ser velado no Hospital Beneficência Portuguesa, o corpo de Viotti será cremado nesta segunda-feira (27) no Cemitério da Vila Alpina, na zona leste da cidade.

Sérgio Luiz Viotti, que nasceu em São Paulo, em 14 de março de 1927, trabalhou como ator, diretor, adaptador e tradutor de obras literárias e crítico de arte.

Em 1949, estreou como ator na peça L'Apollom Du Marsac, de Giraudoux, dirigida por Simone Cox, mas só em 1961 encena seu primeiro espetáculo como profissional, O Contato, de Jack Gelber. Já como diretor estreou na peça Viagem a Três, de Jean de Lètraz, em 1959.

Além disso, Sérgio lançou em 1995 A Cerimônia da Inocência e, em 2001, a biografia da atriz Dulcina de Morais, Dulcina - Primeiros tempos e a Fuga do Escorpião.

Como romancista, fez E Depois, no Exílio (Edições Bloch), lançado em 68, que lhe valeu o Prêmio Walmap, concorrendo com outros 143 escritores.

Na televisão seu primeiro personagem foi em 1980, na novela Dulcinéia vai à Guerra, na Rede Bandeirantes.

Como ator atuou em 17 novelas, 5 minisséries e 4 filmes.

Trabalhos na televisão

Dulcinéa Vai à Guerra - 1980 (Bandeirantes )
Sinhá Moça - 1986 (Globo)
Corpo Santo - 1987 (Manchete)
O Primo Basílio - 1988 (Globo)
Olho por Olho - 1988 (Manchete)
Kananga do Japão - 1989 (Manchete)
Mico Preto - 1990 (Globo)
Meu bem, meu mal - 1990 (Globo)
Despedida de Solteiro - 1992 (Globo)
Olho no Olho - 1993 (Globo)
Irmãos Coragem - 1995 (Globo)
História de Amor - 1995 (Globo)
Xica da Silva - 1996 (Manchete)
Por Amor e Ódio - 1997 (Record)
Anjo Mau - 1997 (Globo)
Suave Veneno - 1999 (Globo)
Terra Nostra - 1999 (Globo)
Os Maias - 2001 (Globo)
A Casa das Sete Mulheres - 2003 (Globo)
Um Só Coração - 2004 (Globo)
JK - 2006 (Globo)
Duas Caras - 2007 (Globo)

Filmografia
Um Ramo para Luiza - 1965
22-2000 Cidade Alerta - 1965
Angel Malo - 1986
Sábado - 1995 (narrador)

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »