0

Juiz barra acusações de pedofilia contra Michael Jackson

30 ago 2011
12h42
atualizado às 12h47
  • separator

Um juiz dos Estados Unidos barrou as acusações de pedofilia contra Michael Jackson dentro do processo envolvendo o médico do astro, Conrad Murray. As informações são do site TMZ.

Segundo a promotoria, qualquer testemunho sobre pedofilia poderia desviar a atenção do júri do caso atual. Murray foi acusado de recomendar altas doses de analgésicos a Jackson, o que o levou à morte em junho de 2009.

Ainda de acordo com o site, a promotoria também vetou a participação de outros médicos que cuidaram do cantor. Advogados de defesa de Murray afirmaram que têm como provar, com o depoimento desses profissionais, que o cantor usava drogas e era viciado em medicamentos.

A promotoria decidiu que as acusações contra Michael Jackson poderiam desviar a atenção do júri da ação contra o médico Conrad Murray
A promotoria decidiu que as acusações contra Michael Jackson poderiam desviar a atenção do júri da ação contra o médico Conrad Murray
Foto: Getty Images

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Fonte: Terra
publicidade