Famosos

publicidade
27 de setembro de 2010 • 14h22 • atualizado às 14h35

Morre aos 100 anos atriz que interpretou Rose em 'Titanic'

Gloria Stuart, a Rose de 'Titanic', morreu em sua casa neste domingo (26)
Foto: M. Brown / Getty Images

A atriz Gloria Stuart, que ficou famosa ao interpretar Rose DeWitt Bukater, sobrevivente do naufrágio do Titanic, e que no filme, de 1997, morreu na noite de domingo (26), aos 100 anos, em sua casa. As notícias são do Los Angeles Times, que recebeu a notícia através dos parentes da atriz, que sofria de câncer no pulmão há cinco anos.

Gloria iniciou a carreira artística em 1932, sendo contratada pelos estúdios Universal e, posteriormente, 20th Century Fox. Atuou em cerca de 40 filmes para a TV e o cinema, entre eles, The Old Dark House (1932) e The Invisible Man (1933). E, apesar do trabalho intenso, não atingiu a fama até 1940, quando decidiu abandonar a carreira cinematográfica.

Começou, então, a se dedicar à pintura, expondo suas obras nos Estados Unidos e na Europa. Retomou o trabalho de atriz somente 30 anos depois, participando de um filme para televisão e outro para o cinema, My Favorite Year, em 1982 - nessa mesma época, ela teve que lutar contra um câncer de mama.

Depois disso, veio a oportunidade de fazer Titanic, e com ele, a indicação para o Oscar de melhor atriz, em 1998, aos 88 anos. Gloria não venceu, mas alcançou a fama e continou a receber convites, fezendo The Million Dollar Hotel em 2000 e Land of Plenty em 2004.

Gloria nasceu em 4 de julho de 1910, na cidade de Santa Mônica, Estado da Califórnia. Apesar de seu sobrenome ser escrito 'Stewart', ela começou a adotar 'Stuart' para garantir mais 'balanço' ao nome artístico, que passou a ter seis letras tanto no nome como no sobrenome.

Casou-se pela primeira vez com o escultor Blair Gordon Newell, em 1930, ficando com ele apenas quatro anos. Pouco depois da separação, se uniu ao roteirista Arthur Sheekman, num relacionamento que durou 44 anos e do qual nasceu sua única filha, Sylvia Sheekman Thompson.

A atriz ficou viúva aos 68 anos, iniciando um novo relacionamento, com o escritor Ward Ritchie, 6 anos mais velho que ela. Eles se conheceram em 1930, quando ele era o melhor amigo de seu primeiro marido. Rictchie e Gloria viveram juntos até 1996, quando ele morreu.

A 'eterna Rose', eleita em 1998 pela revista People como uma das 50 pessoas mais bonitas do mundo, deixou 4 netos e 12 bisnetos, e até julho de 2008 morava em Brentwood, Los Angeles, na California.

Redação Terra