0

Morre aos 88 anos o ator e diretor Sérgio Britto

17 dez 2011
10h30
atualizado às 12h30
  • separator
  • comentários

Morreu na manhã de hoje (17), no Rio de Janeiro, o ator e diretor Sérgio Britto aos 88 anos. Ele estava internado há um mês no Hospital Copa D'Or por causa de problemas cardiorrespiratórios.

Brito foi uma das personalidades mais importantes na história do teatro brasileiro. Atualmente, apresentava na TV Brasil, o programa Arte com Sérgio Britto.

Sérgio Britto foi o criador, diretor e ator do Grande Teatro Tupi, que foi ao ar por mais de dez anos na extinta TV Tupi.

O ator e diretor foi responsável pela direção de Ilusões Perdidas , primeira telenovela produzida e exibida pela TV Globo. Mas a grande consagração foi com o teatro, onde recebeu diversos prêmios. Em 2010, lançou a autobiografia O Teatro e Eu.

O velório do corpo de Sérgio Britto ocorrerá na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, no início da tarde.

Carreira
Sérgio Britto, que chegou a cursar até o sexto ano de medicina, foi consagrado ator, diretor, apresentador e roteirista de cinema, televisão e teatro. Ele foi responsável pela direção de Ilusões Perdidas , primeira telenovela produzida e exibida pela TV Globo.

Ele também foi o criador, diretor e ator do Grande Teatro Tupi, que foi ao ar por mais de dez anos, trabalhando com nomes como Fernanda Montenegro, Ítalo Rossi, Natália Thimberg, Manoel Carlos, Fernando Torres, Zilka Salaberry, Aldo de Maio e Cláudio Cavalcanti. o teleteatro apresentou sob o seu comando repertório de mais de 450 peças.

Em 2009, Britto ganhou o Prêmio Shell de melhor ator, por A última gravação de Krapp e Ato sem palavras I . Ele também apresentou o programa semanal Arte com Sérgio Britto, na TV Brasil. Britto lançou, em 2010, sua segunda autobiografia O Teatro e Eu, uma revisão de seus 86 anos de idade, dos quais 65 de carreira na televisão, cinema e, principalmente, no teatro.

Sérgio Britto morreu aos 88 anos
Sérgio Britto morreu aos 88 anos
Foto: TV Globo / Divulgação
Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade