0

Morre em Curitiba o apresentador Luiz Carlos Alborghetti

9 dez 2009
16h29
atualizado às 17h13
  • separator
  • comentários

Morreu na tarde desta quarta-feira (9), em sua casa, em Curitiba, capital do Paraná, o apresentador de televisão e ex-deputado Luiz Carlos Alborghetti. Aos 64 anos, Alborghetti sofria de câncer de pulmão. Ele chegou a gravar e postar no Youtube um video onde contava aos fãs sobre sua doença e seu crítico estado de saúde. O velório ocorrerá na Assembleia Legislativa do Paraná.

Alborghetti ficou famoso pelo programa Cadeia Nacional , na rede CNT, em que, com um porrete na mão, apresentava matérias sobre crimes e pedia "cadeia" aos responsáveis, com um discurso ácido e sem medir as palavras. Um estilo que fez escola, revelando, por exemplo, o apresentador Carlos Massa (o Ratinho), repórter de Alborghetti no início da carreira.

O sucesso na televisão o levou a duas eleições consecutivas para vereador de Londrina, no final dos anos 1980, e à Assembleia Legilativa, onde foi deputado entre 1995 e 2002. Desde 2006, seu programa era apresentado exclusivamente pela internet.

Luiz Carlos Alborghetti iniciou sua carreira em 1976 em programas de rádio na cidade de Londrina, também no Paraná. Em 1979, estreou o programa Cadeia , na TV Coroados, emissora da cidade. Três anos depois, o programa já era exibido para todo estado. Em 1992, Alborghetti estreou na Rede CNT, com o programa Cadeia Nacional , transmitido para todo o Brasil. Ganhou destaque com suas matérias que sempre terminavam com comentários como: "Cadeia nele, já!"; "Bandido bom é bandido morto!"; "Não tem que construir mais cadeias, tem que construir mais cemitérios!"; "Foi pro colo do capeta!".

Luiz Carlos Alborghetti morreu em sua casa
Luiz Carlos Alborghetti morreu em sua casa
Foto: Divulgação
Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade