inclusão de arquivo javascript

 
 

Vilões se sobressaem em "Seus Olhos"

28 de junho de 2004 10h50 atualizado às 10h50

Nico Puig em cena de  Seus Olhos. Foto: SBT/Divulgação

Nico Puig em cena de Seus Olhos
Foto: SBT/Divulgação

O mote central de Seus Olhos, novela exibida em horário nobre pelo SBT, não poderia ser mais clichê: uma moça pobre se envolve com homem rico e, ainda por cima, casado. Decepcionada, ela acaba se casando com o sócio "boa-praça" do rapaz. Está formado o triângulo amoroso.

Leia os resumos de Seus Olhos

Mas em meio a corações partidos e ao vale de lágrimas, o que está se sobressaindo na trama são os vilões. As maldades protagonizadas por Vítor e Rinaldo, apelidado de Berro, interpretados, respectivamente, por Petrônio Gontijo e Nico Puig, dinamizam o enredo e se destacam pelos requintes de crueldade.

Mantendo o clássico maniqueísmo das telenovelas da emissora de Silvio Santos, os vilões são simplesmente maus, eles nascem e morrem assim. Enquanto isso, os "mocinhos" se mantêm íntegros por toda a vida, sem cometer nenhum deslize.

Petrônio Gontijo está se saindo bem no papel de Vítor, um advogado ganancioso que se casou por dinheiro com Elaine, vivida por Françoise Forton.

Através de expressões e olhares malévolos, ele consegue transmitir com primor a característica marcante de seu personagem: o desequilíbrio psicológico, distinguindo-o de um simples bandido. Vítor parece sentir prazer em suas maldades e não esboça nenhum sinal de arrependimento ou de censura pelas atrocidades que comete, como matar friamente Sérgio, seu colega de trabalho, interpretado por Carmo Dalla Vecchia.

Vítor se esconde atrás da aparência de "bom-moço" e não mede esforços para conseguir o que deseja. O advogado ficou ainda mais perturbado depois que Marina, interpretada por Carla Regina, terminou o relacionamento com ele após descobrir que era casado.

Desde então, ele mantém uma espécie de altar com velas, uma foto rasgada de Marina e objetos pessoais dela. Para conseguir um xale da moça, ele foi até a casa onde ela mora com o marido e roubou a peça de roupa.

Já Berro, vivido por Nico Puig, é um marginal com cara de poucos amigos no melhor estilo "bad boy". É filho de Dirce, interpretada por Lu Grimaldi, uma mulher humilde que cata papel e explora crianças. Ele e sua mãe vivem de golpes e de roubos.

Berro é fruto do péssimo exemplo da mãe e faz de tudo para melhorar de vida. Junto com seu comparsa Jucê, personagem de Jiddu Pinheiro, está sempre envolvido em situações escusas. A próxima vítima da dupla será o rico empresário Oto, interpretado por Luiz Guilherme, que terá sua casa assaltada por eles.

Nico Puig, já bastante acostumado a fazer vilões, está muito à vontade no papel e convence mais uma vez como um autêntico malvado.

Essa boa atuação dos vilões torna a trama mais intensa e ágil com alguns toques de suspense contribuindo para que ela saia ainda mais do tradicional "dramalhão" comum as telenovelas do SBT. Não que o tom exagerado e grotesco tenha desaparecido por completo. Um bom exemplo disso é a personagem Giselda, vivida por Neusa Maria Faro. A costureira e mãe de cinco filhos já adultos se desespera excessivamente quando um deles sai de casa. A cena, em vez de triste e comovente, pendeu para o cômico.

Apesar desse maniqueísmo tipicamente mexicano, Seus Olhos é uma dassombras nas cenas e as imagens ficam com aspecto de "velhas". produções mais "abrasileiradas" dessa leva de adaptações. Ela aborda temas da realidade nacional, como exploração do trabalho infantil, violência urbana e roubo de crianças na maternidade.

Há ainda um maior número de externas gravadas na cidade de São Paulo. Os diálogos, por sua vez, acertam no português e usam gírias, mas são óbvios e ingênuos. A trilha sonora também está no ritmo da MPB, com músicas de Alcione e Ana Carolina.

Mas se o enredo tenta afastar a novela do tradicional "estilo SBT", a estética não permite ignorar a origem. A má iluminação provoca inúmeras

Seus Olhos é, portanto, uma transição: ao mesmo tempo em que sinaliza mudanças, mantém certos paradigmas para não perder o público cativo das novelas da emissora de Silvio Santos.

TV Press