inclusão de arquivo javascript

 
 

Wolf Maya e Carneiro adiantam elenco de "Cobras e Lagartos"

22 de dezembro de 2005 07h21 atualizado às 07h22

Carolina Dieckmann será a vilã Leona em  Cobras e Lagartos. Foto: Pedro Paulo Figueiredo/TV Press

Carolina Dieckmann será a vilã Leona em Cobras e Lagartos
Foto: Pedro Paulo Figueiredo/TV Press

Autor de Da Cor do Pecado, última trama bem-sucedida do horário das sete, João Emanuel Carneiro aposta na mescla de drama e humor para fazer as pazes da Globo com a audiência do horário, em baixa com a sátira de faroeste Bang Bang.

Leia mais notícias do jornal O Dia

Para repetir o sucesso da sua novela de estréia, Carneiro escreve Cobras e Lagartos, segundo sua própria definição "uma trama barroca sobre mídia, consumo e luxo". Entendeu? "Será uma maluquice simpática, mas não é sátira", garante o autor.

Protagonizada por Giovanna Antonelli, Taís Araújo e Carolina Dieckmann, a trama terá personagens curiosos como um homem-sanduíche e um metrossexual pegador. "Giovanna é Bel, musicista boazinha que fica com a herança do tio", conta o autor, falando do dinheiro deixado por Omar Pasquim (Walmor Chagas), dono da Luxus (loja de departamentos caríssima), que morre no capítulo 30.

Omar é irmão de Milu - Marília Pêra foi convidada para o papel. Ela é mãe de Leona (Carolina Dieckmann, em sua estréia como vilã) e Thomás (Dado Dolabella), o tal metrossexual. "Ele dá pinta de gay, mas é homem e pegador", garante o autor.

Na família ricaça, todos estão de olho na grana de Omar. "Leona é prima da Bel, quer o dinheiro e será amante do namorado dela, o vilão Estevão", continua o autor. "Muitos atores estão reservados para outras novelas e quero fazer um teste para o papel de Estevão", anuncia o diretor da novela, Wolf Maya.

A mocinha ficará entre o malvado - que mente dizendo ser doente - e o office-boy Duda (Carneiro quer Bruno Gagliasso pare este papel e disputa o ator com Benedito Ruy Barbosa, que o quer em Sinha Moça). "Bel e Duda ficarão encantados por um menino de rua, Sushi (uma criança carismática na linha do Raí, de Da Cor do Pecado), e tentarão adotar o garoto. Ele é importantíssimo, irá unir os dois", adianta Carneiro.

Duda faz parte do núcleo popular. "Além do comércio de luxo, vamos mostrar o comércio de rua, a Saara", completa Wolf Maya.

Neste núcleo também está o figuraça Foguinho, malandro que topa qualquer bico. "Ele será homem-sanduíche, que 'veste' placas do tipo 'vendo ouro'", explica o novelista.

Protagonista em Da Cor do Pecado, Taís Araújo será a alpinista social Elen. "Ela é vendedora no departamento de maquiagem da Luxus, quer subir na vida. Não é boa, nem má. É o retrato da mulher brasileira do ano 2006, uma mulher polêmica", diz Wolf.

"João escreveu um sucesso e dirigi Uga Uga, outro sucesso do horário, como A Viagem, talvez a mais bem-sucedida novela das 19h, com 72% de Ibope", diz Wolf, demonstrando ter bala na agulha.

Estréia Antecipada
Cobras e Lagartos estréia antes do previsto, no dia 24 de abril, por conta do fiasco de Bang Bang.

A trama trará ainda Angela Vieira e Raul Cortez como o casal Celina e Otaviano. Ele é pai do vilão Estevão e teve duas filhas com Celina: Cecília, menina revoltada, e Júlia, mestre-cuca da Luxus. "Quero a Cleo Pires e a Tânia Kalil para estes papéis", anuncia Wolf Maya.

"Vai ser interessante trabalhar com o Wolf de novo", avisa Angela, que atuou ao lado do diretor em Senhora do Destino.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.