inclusão de arquivo javascript

 
 

Galisteu é coroada rainha de bateria da Unidos da Tijuca

17 de dezembro de 2006 14h17

Adriane Galisteu samba na quadra da Unidos da Tijuca. Foto: Ricardo Leal/PRN/Especial para Terra

Adriane Galisteu samba na quadra da Unidos da Tijuca
Foto: Ricardo Leal/PRN/Especial para Terra

Adriane Galisteu, 33 anos, foi coroada a nova rainha de bateria da Unidos da Tijuca, na noite de sábado no Rio de Janeiro. A escola já prepara um show de efeitos especiais para a fantasia da apresentadora.

Veja a foto ampliada!
Veja mais fotos!
Fotos ampliadas de famosos!
Leia mais notícias em O Dia

Adriane estava vestida de short jeans, bota e a camisa do enredo da escola, que é sobre fotografia. Ela sambou com a bateria, beijou a bandeira da agremiação e mostrou gingado ao lado das passistas.

"Sei que o mestre Celinho é tímido, mas quero fazer ele sambar", disse. Com um jeito encabulado, ele arrisou poucos passos para agradar. "Meu negócio é fazer o ritmo para você sambar", contou.

A apresentadora do SBT vai substituir Fábia Borges, que tinha uma ligação forte com a comunidade. "Espero que esse casamento dê certo. Estou completando dez anos de desfile na Sapucaí e fiquei impressionada com o carinho e a recepção da Tijuca", afirmou. Como presente pela coroação, ela recebeu uma tiara confeccionada com cristais e pedras, especialmente para noite, além de flores.

Durante o evento, Adriane mostrou que já conhecia o samba para 2007 e fez até coreografia, na hora que a composição avisa que o mundo vai parar para o momento da fotografia.

Sobre a Rocinha, onde era rainha de bateria, Adriane contou que conversou com o presidente da escola de São Conrado, Mauricio Mattos, e deixou acertado com ele, que será madrinha da ala das crianças, e vai desfilar no Grupo A, que é no sábado de carnaval.

Para o presidente Fernando Horta, a Tijuca fez uma excelente escolha. "Ela é simpática e conhece o mundo do samba. Muitas pessoas vieram conversar e se ofereceram para desfilar, mas tinha que ser Adriane. Se ela não aceitasse, não teríamos rainha de bateria", revelou. Segundo ele, a saída de Fábia Borges é fruto de um desgaste natural.

Como pedido para Adriane, Horta revelou que quer a presença dela nos ensaios técnicos da agremiação, na Marquês de Sapucaí. "Ela avisou que está pronta para atender os pedidos da Unidos da Tijuca e confirmou presença nos ensaios da Sapucaí", disse.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.