inclusão de arquivo javascript

 
 

'Desperate Housewives' brasileiro será idêntico ao original

02 de maio de 2007 15h44

Elenco de  Donas de Casa Desesperadas  se reuniu em SP. Foto: Reinaldo Marques/Terra

Elenco de Donas de Casa Desesperadas se reuniu em SP
Foto: Reinaldo Marques/Terra

A versão brasileira do seriado norte-americano Desperate Housewives, intitulado Donas de Casa Desesperadas - exibido pela Rede TV! a partir de agosto - será idêntico ao original. A história sofrerá poucas alterações e o elenco foi escolhido para reproduzir fielmente o americano.

» Veja a foto ampliada!
» Veja as fotos!

Segundo o diretor Fábio Barreto, responsável pelo sucesso O Quatrilho, o texto original é tão rico que precisou ser respeitado. "Ele tem uma qualidade crítica profunda sobre o que é a sociedade moderna", disse ele em encontro com a imprensa para comemorar o início das gravações.

Barreto contou ainda que o roteiro, adaptado por Marcelo Santiago, sofreu alterações específicas do que remetia a cultura americana para a brasileira.

Apesar de confirmar que tanto o roteiro quanto o elenco foram escolhidos segundo a produção norte-americana, Barreto enfatizou que não se trata de uma cópia. "Nós sabíamos que não podíamos fazer uma mímica e sim uma produção particular para o público brasileiro", falou o diretor.

Uma parceria entre a Rede TV! e a Disney, o seriado terá como cenário uma cidade cenográfica na Argentina, de 45 metros quadrados de área externa, onde a versão argentina e a colombiana também foram realizados. O bairro de Wisteria Lane ganhou o nome de Arvoredo, mas também é uma reprodução idêntica a do americano.

Atual investimento da emissora, avaliado em R$ 5 milhões, o Donas de Casa Desesperadas faz parte da "filosofia de andar na contramão", conforme explicou um dos sócios, Amílcare Dallevo. "Não queríamos ser mais uma a fazer novela. Somos alternativos", falou ele.

A intenção da Rede TV! é superar as emissoras concorrentes e "superar a grade de novelas do Brasil", como disse Dallevo. "Essa será a primeira de várias (produções). O nosso desafio é produzir no nível da Globo, mas melhor", explicou.

O elenco
Para Fábio Barreto, o elenco é o principal para fazer da série um sucesso. Do mesmo modo que aconteceu nos Estados Unidos, ele quis que o espectador se identificasse com os personagens. Lucélia Santos, Teresa Seiblitz, Franciely Freduzeski, Viétia Zangrandi, Isadora Ribeiro e Sônia Braga fazem parte do casting principal.

A escolha do elenco também foi uma das maiores dificuldades para a produção. Para Barreto, a demora na busca e, como conseqüência, o atraso no início das filmagens, valeu a pena. "Comparando com outras produções latinas, a brasileira tem o casting mais perfeito, adequado e genial", opinou o diretor.

Na série, Lucélia Santos vive Susan Mayer, ou Suzana Mayer, uma mulher atrapalhada, como ela mesma descreveu. "Eu sou a Susan e nem sabia que era", brincou.

Franciely Freduzeski interpreta Gabriela Solis, Viétia Zangrandi é Elisa Fernandes (Bree Van de Kamp), Teresa Seiblitz é Lígia Salgado (Lynette Scavo) e Sônia Braga é Alice Monteiro (Mary Alice Yong), a narradora da trama.

Na história, o suicidio de Alice Monteiro muda a vida das amigas e vizinhas, acostumadas com suas vidas pacatas. Morta, ela passa a ser uma observadora dos acontecimentos em Arvoredo e vai acompanhar, junto com os espectadores, os dramas vividos pelas amigas.

Iran Malfitano (João, o jardineiro), Alexandre Schumacher (Carlos Solis), Paulo Reis (Paulo Monteiro), André Mauro (Miguel Delfino), Douglas Simon (Ricardo Fernandes) e Leon Góes (Thomas Salgado) completam o elenco.

A estréia de Donas de Casa Desesperadas acontece em 5 de agosto, com 23 episódios gravados. A série vai ao ar todo domingo, às 22h, com reprise na sexta-feira, às 0h05.

Redação Terra