inclusão de arquivo javascript

 
 

Bandeirinha Ana Paula Oliveira diz que ensaio nu ficou "ousado"

10 de julho de 2007 15h24 atualizado às 16h06

Ana Paula Oliveira é capa da  Playboy  de julho. Foto: Divulgação

Ana Paula Oliveira é capa da Playboy de julho
Foto: Divulgação

A bandeirinha Ana Paula Oliveira, 29 anos, acredita que seu ensaio nu para a Playboy ficou ousado. "Mas não agressivo", afirmou ela em tarde de autógrafos, realizado nesta terça-feira, em São Paulo.

» Veja fotos do ensaio!
» Bandeirinha posa nua
» Opine sobre o ensaio!
» Chat: tecle sobre a notícia

Em uma das fotos do ensaio, Ana Paula aparece de costas deitada em um sofá. A imagem é considerada por ela a mais atrevida de todas. "Eu poderia ter tirado da revista, mas eu deixei porque não achei agressiva", contou a árbitra.

Ana Paula posou nua para a publicação em um ensaio que teve como tema as divas do cinema.

As fotos foram feitas por J.R. Duran em uma mansão com câmeras de cinema de 16mm, trilhos, luzes e cabos como cenário. Não há nenhuma menção ao futebol e nem a sua profissão nos campos.

"Eu acho que o legal seria usar bola, mas gostei de como ficou", disse ela. "Quando eu aceitei posar nua, a minha única exigência foi que não poderia ter nenhuma alusão a minha profissão, talvez só ao futebol", acrescentou.

Represálias da torcida
A Playboy cancelou a sessão de autógrafos da bandeirinha marcada para a próxima quinta-feira, no Rio. Segundo a revista, as torcidas organizavam manifestações contra Ana Paula a serem realizadas no evento.

"Eu lamento que isso tenho acontecido porque uma torcida prejudicou as demais. No Rio, a gente não tem só Botafogo", afirmou ela.

A bandeirinha despertou a fúria da torcida botafoguense ao apontar impedimento em dois gols, desclassificando o time da Copa do Brasil, em maio.

"Toda equipe que perde a classificação culpa alguém. Isso faz parte do futebol e eu já sabia que aconteceria", afirmou.

Redação Terra