inclusão de arquivo javascript

 
 

Elenco grava "Paraíso Tropical" no Nordeste

26 de dezembro de 2006 07h01 atualizado às 07h36

O paraíso durou 35 dias para os atores da próxima trama das 20h da Globo, Paraíso Tropical. As gravações no Nordeste acabaram e eles já voltaram para casa para as festas de fim de ano. Nas praias de Itacaré, Porto Seguro, Trancoso, Arraial D'Ajuda e Ilhéus, na Bahia, e Porto de Galinhas, em Pernambuco, os atores Fábio Assunção, Alessandra Negrini, Chico Diaz, Wagner Moura, Isis Valverde, Otávio Augusto e Susana Vieira começaram a entrar na pele de seus personagens, dirigidos por Dennis Carvalho.

Susana Vieira grava novela após "barraco" do marido
Leia mais notícias do O Dia

Assunção foi o único que permaneceu todo o tempo na região. "Foi tranqüilo, não tenho problemas em ficar longe de casa", declarou o ator no intervalo das cenas, em meio ao cenário de hotéis luxuosos como o Nannai, em Porto de Galinhas.

Na trama de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, o ator será o mocinho Daniel, diretor de uma empresa de hotelaria. Dessa vez, o autor resolveu explorar o lado bom de Fábio e deu a ele um papel que é o oposto do vilão Renato Mendes de Celebridade. Para vivê-lo, ele apenas clareou as madeixas. "Meu personagem tem uma energia boa, ele é solar. Mas não tenho preferência nem pelo vilão, nem pelo mocinho", afirma.

O ator terá como par romântico na trama Alessandra Negrini, que vai interpretar as gêmeas Paula e Taís. A primeira boa, por quem Daniel (Fábio Assunção) vai se apaixonar, e a outra má. "Ainda estou compondo a personagem, mas já existe um texto muito bom que dá a diferença entre elas (as gêmeas). Elas são bem parecidas. É legal brincar também com a semelhança entre as duas. Vão mudar um pouco o figurino, a maquiagem, mas são parecidas", analisa Alessandra.

O clima paradisíaco foi incorporado até pelo diretor Dennis Carvalho, que comandou uma equipe de mais de 100 pessoas e inventou uma nova maneira de terminar as cenas. A cada final, Dennis exclamava depois do corta: "Great!" (Maravilhoso).

Garota de programa de luxo
Bordéis e garotas de programa também farão parte da trama de Paraíso Tropical. Nas gravações do Nordeste, o bordel será comandado por Amélia, papel de Susana Vieira, que faz uma participação. "Gilberto sabia que eu faria a novela de Aguinaldo Silva e me convidou para uma participação afetiva", diz Susana.

Outra prostituta da trama será Telma, papel de Isis Valverde. "Ela é uma garota de programa de luxo. Tem 17 anos e acho que a história vai explorar o fato de ser menor de idade", diz a atriz.

A personagem é bem diferente da misteriosa Ana do Véu, que fez em Sinhá Moça. Para vivê-la, Isis leu livros e conversou com garotas de programa. "Muitas delas têm outros empregos durante o dia. Não dá para julgar. Tem muita gente que vê e já diz: 'Olha lá uma sem-vergonha'", afirma a atriz.

Ela passou 10 dias gravando em Porto de Galinhas e aproveitou o intervalo do trabalho para curtir o sol. "Foi maravilhoso gravar na praia", conta.

O Dia
O Dia - © Copyright Editora O Dia S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O Dia.