0

Paris Jackson é rejeitada por centro de reabilitação

2 jul 2013
13h18
atualizado às 13h31
  • separator
  • comentários

Paris Jackson foi supostamente rejeitada de um centro de reabilitação em Utah. A aspirante atriz de 15 anos - que está em tratamento em uma clínica psiquiátrica no UCLA Medical Center, em Los Angeles, depois de uma tentativa de suicídio - recebeu a notícia de que não poderia ser tratada em uma clínica não identificada por medo de que ela atraísse paparazzi que iriam atrapalhar o tratamento dela e dos outros pacientes enquanto eles tirassem fotos.

Centro médico em Utah teve medo da menina atrair paparazzi e prejudicar o tratamento dos outros pacientes
Centro médico em Utah teve medo da menina atrair paparazzi e prejudicar o tratamento dos outros pacientes
Foto: Getty Images

O site TMZ relata que os médicos do UCLA não estão convencidos de que Paris - a filha do falecido Michael Jackson - está pronta para ir para casa depois de ter tomado analgésicos e cortado os pulsos no mês passado. Eles acreditam que ela ainda é um perigo para si mesma e pode se machucar ainda mais se ela não conseguir ajuda.

A mãe biológica de Paris, Debbie Rowe, está pesquisando clínicas para adolescentes em todo os EUA para a filha, que pediu para ser transferida de Los Angeles. Ela disse a amigos: "é só uma tragédia. Esta menina precisa de ajuda.".

Aparentemente Paris está na ala que trata distúrbios alimentares - embora ela não esteja lutando contra qualquer problema relacionado a comida - e as pessoas próximas a ela estão em contato com o estabelecimento e pedindo reconsideração.

Paris tem um irmão mais velho, Prince Michael, 16, e um irmão mais novo, Blanket, 11. Ambos têm estado sob os cuidados de sua avó, Katherine Jackson, em sua casa em Calabasas, Califórnia, desde a morte do Rei do Pop com uma dose fatal de Propofol em Junho de 2009.

A menina tem se reaproximado de Debbie - que renunciou ao direito de guarda dos filhos quando se divorciou de Michael em 1999 - nos últimos meses.

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade