PUBLICIDADE

Prima de Kate Middleton, dançarina burlesca é capa da 'Playboy' britânica

15 ago 2012 17h45
| atualizado às 17h54
Publicidade

A

Katrina Darling, dançarina burlesca e prima de segundo grau da duquesa, teria recebido um valor seis dígitos para posar
Katrina Darling, dançarina burlesca e prima de segundo grau da duquesa, teria recebido um valor seis dígitos para posar
Foto: Reprodução

Playboy

britânica divulgou, nesta quarta-feira (15), a capa de setembro da publicação que é estampada por Katrine Darling, prima da duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Em pose sexy, a dançarina burlesca aparece com lingerie e meias pretas. Segundo o site do tabloide

Daily Mail

, as primas não se conhecem, mas o ensaio foi inspirado no estilo da mulher do príncipe William. Ela posou com os cabelos levemente ondulados e o olho marcado com maquiagem preta, pontos de referência do visual de Kate.

No início desta semana, boatos deram conta que a dançarina recebeu um valor de seis dígitos para estar na capa da revista. Aos 22 anos, ela é chamada de "nova rainha burlesca da Grã-Bretanha" e comparada a alguém de "beleza real". Natural de Sunderland, Katrina aparece em oito páginas da publicação e, em uma delas, foi fotografada de topless em um tapete feito de pele de carneiro.

Katrina ganhou fama antes do casamento real de William e Kate, quando seu parentesco com a futura duquesa foi revelado. Elas são primas de segundo grau, já que a avó de Katrina é irmã do bisavô de Kate, Thomas Harrison.

Ainda segundo a publicação, Katrina nunca tentou entrar em contato com a família Middleton e afirmou ser uma dançarina burlesca por anos e que o recente sucesso e atenção que ela vem recebendo são apenas uma coincidência. No entando, durante as comemorações do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II em junho deste ano, ela preparou uma coreografia especial intitulada como "Deus Salve a Rainha", na qual veste um espartilho vermelho e usa uma mini-coroa na cabeça.

Até o começo deste ano, Katrina trabalhava como bancária e não escondia de ninguém suas escapadas noturnas. Ela dizia que a dança era um hobby e, durante entrevista concedida em março, ela comentou sobre a relação com os colegas da empresa. "As pessoas realmente me apoiam. Eles acham que é engraçado". Depois da fama recém-adquirida, ela decidiu se mudar para Nova York com o objetivo de lucrar com o assédio e sua conexão real.

Fonte: Terra
Publicidade