1 evento ao vivo

Rihanna paga homem para observar OVNIs

6 set 2013
10h45
atualizado às 10h46
  • separator
  • 0
  • comentários

A cantora Rihanna paga um observador de OVNIs (objeto voador não identificado) nos Estados Unidos para mantê-la informada sobre atualizações alienígenas.

<p>Rihanna acredita na existência de extraterrestres</p>
Rihanna acredita na existência de extraterrestres
Foto: BangShowBiz / BangShowBiz

Ela está ''convencida'' de que existem seres extraterrestres e paga um scanner de céu no deserto de Mojave, na Califórnia, para receber informações sobre as visões.

''Rihanna sempre esteve convencida de que aliens vão pousar na Terra ainda enquanto ela viver. Então ela começou a pagar um homem, que se autodenomina de scanner de céu, para dar-lhe informações sobre Nevada ou qualquer outra coisa que se relacione com os avistamentos'', revelou uma fonte ao jornal Daily Star.

A dupla costuma se encontrar no Little A'Le'Inn, um restaurante e motel em Nevada, que é famoso por seu 'hambúrguer alienígena'.

''Ele mantém contato com ela do Little'Le'Inn - um motel que hospeda os caçadores de OVNIs. Isso também está perto de uma das bases do governo mais secretas do mundo, a Área 51. Essa não é uma moda passageira para Rihanna, ela realmente acredita nisso e não se importa de gastar seu dinheiro para obter resultados'', completou a fonte.

A cantora já havia confessado que costumava passar seu tempo olhando para o céu, quando era criança e viva em Bridgetown, Barbados, para detectar invasões alienígenas.

''Meu pai [Ronald Fenty] costumava me fazer sentar nos degraus do lado de fora, durante toda a noite, à procura de OVNIs, e eu tive que fazer isso por anos'', contou Rihanna, em outra ocasião.

 

&amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;quot;=&amp;amp;quot; href=&amp;amp;quot;=&amp;amp;quot; http://www.terra.com.br/diversao/infograficos/capas-sem-mortos/iframe.htm &amp;amp;quot;&amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;gt;
Bangshowbiz Bangshowbiz
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade