0

Veja os BBBs que mantiveram a fama após o programa

2 jan 2009
20h34
atualizado em 3/8/2018 às 10h17

Já são mais de 100 ex-participantes do Big Brother Brasil. Todos ficaram conhecidos do público e, por alguns meses, foram as pessoas mais comentadas do Brasil. Mas, para maioria, essa popularidade expira poucos dias depois de sua eliminação do programa.

Mas, como toda regra, existem exceções. Alguns, poucos, é verdade, brothers conseguiram permanecer na esfera dos famosos.

Entre as maiores conquistas dos um dia confinados, Grazi Massafera conseguiu, após duas novelas como coadjuvante, papel de protagonista em um folhetim. Juliana Alves também formou uma sólida carreira de atriz.

Íris foi a brother que conseguiu permear o maior número de mídias e produtos se aproveitando da fama adquirida com o programa. No rádio, fez parte de um programa de humor. Na Internet, arriscou-se como blogueira e, na TV, permanece como apresentadora. Além de ser multimídia, ainda é dona de uma boneca, a Sirizinha.

Veja os brothers que mantiveram a fama:

Grazi Massafera
Foi da quinta edição da casa que saiu a maior estrela pós-BBB: Grazi Massafera. A ex-miss, que foi vice-campeã de sua edição, fez um filme ao lado de Didi em 2005 e, em 2006, fez sua primeira novela, Páginas da Vida, como Thelminha. Um ano depois, deixou o estigma de ex-BBB de lado e se consolidou como atriz com a interpretação de Florinda em Desejo Proibido. Em 2008, emplacou sua primeira protagonista: Lívia, na atual novela das 18h, Negócio da China.

Sabrina Sato
Depois de oito semanas na casa, Sabrina Sato foi eliminada. Mas, a mestiça saiu do confinamento para se tornar a brother que está a mais tempo dentro do mundo dos famosos. Ela já tinha feito ponta em uma novela e era dançarina do Faustão. Depois disso, entrou na casa, saiu na Playboy e assinou contrato com o programa, até então de rádio, Pânico. No final do ano de 2003, voltou à TV com o programa Pânico na TV!. Até hoje é integrante do humorístico.

Juliana Alves
Juliana Alves era da mesma edição que Sabrina Sato. Da casa, foi para a novela Chocolate Com Pimenta, onde fez uma participação. Depois de estrear como atriz, fez um tour por outros canais, com uma personagem em Mano a Mano, da Rede TV!, e em Prova de Amor, da Record. Em 2007, voltou a Globo em Amazônia, de Galvez a Chico Mendes. Mas, foi na última novela das 21h, Duas Caras, que ela teve seu papel de maior expressão: Gislaine Caó dos Santos. Na próxima novela das 21, Caminho das Índias, ela vai interpretar Suellen, uma garota que quer participar do BBB.

Diego Alemão
Dentro da casa, Diego Alemão se mostrou um fenômeno de marketing. Seus rivais bateram recorde de reprovação e, na final, ele venceu com 91% dos votos. Ele, porém, não conseguiu acompanhar toda a publicidade feita seu redor fora da casa. Ganhou um quadro fixo dentro do semanal Fantástico, porém, poucas semanas depois, foi cortado. O são-bernardense, contudo, vai ganhar uma segunda chance durante a nona edição do reality. Ele está confirmado como apresentador do programa A Eliminação.

Irislene Stefanelli
Irislene Stefanelli, Íris, também ganhou bastante publicidade na sétima edição do BBB. Só não foi suficiente para bater Alemão no paredão. Mas, ao contrário do ex, fora da casa ela soube aproveitar as oportunidades. Logo de saída emplacou a boneca Sirizinha, para explorar seu carisma com as crianças. No rádio, fez parte do quadro de personagens de um programa humorístico. Arriscou-se como blogueira durante a última edição do programa. E, finalmente, na TV, entrou no quadro de apresentadores do TV Fama, onde permanece até hoje.

Adriano
Adriano foi o precursor da vida pós-BBB. Ele, que saiu em um confronto com Vanessa, fez algumas participações no Fantástico. Mais tarde, voltou à TV com um quadro próprio dentro do Esporte Espetacular. Suas matérias também eram exibidas antes dos jogos da Copa do Mundo na Alemanha. Este ano, Adriano Castro foi candidato a vereador em Salvador, mas não foi eleito.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade