0
TV

Prêmio Melhores do Ano consagra atores de 'Avenida Brasil'

3 mar 2013
18h26
atualizado às 21h25
  • separator
  • comentários

Como já era esperado, o prêmio Melhores do Ano do Domingão do Faustão, entregue na noite deste domingo (3), consagrou os atores da novela Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, grande sucesso de 2012. Os quatro prêmios principais de atuação ficaram com o elenco da trama - Adriana Esteves, Murilo Benício, Juliano Cazarré e Isis Valverde foram os contemplados. Além disso, Mel Maia levou o prêmio de melhor atriz mirim pela atuação como Rita na primeira fase do folhetim. Já Salve Jorge, atual novela das 21h, levou só um troféu: o de ator revelação, para Tiago Abravanel, que vive Demir na trama.

Intérprete da vilã Carminha, Adriana Esteves foi eleita a melhor atriz. Ela concorria com Claudia Abreu, de Cheias de Charme, e Débora Falabella, também de Avenida Brasil. "Teve um dia em que não quis vir ao Arquivo Confidencial para não chorar, mas hoje eu estou chorando. Pode até parecer que a nossa profisçaõ é competitiva, mas não é. É jogo junto, é surfe. E o João Emanuel Carneiro foi o meu Havaí, ele me apresentou as melhores ondas para surfar. Tenho um orgulho profundo e uma grande admiração por todos os meus colegas de elenco", agradeceu a atriz. Ela aproveitou ainda para contar que, quando leu a sinopse da trama, disse ao autor que faria qualquer personagem, mas ganhou o papel de Carminha. 

Isis Valverde foi eleita melhor atriz coadjuvante pela atuação como Suelen. Ela concorria com Eliane Giardini e Vera Holtz, que também atuaram na novela de João Emanuel Carneiro. "Queria agradecer ao João, por ter me dado esse prêmio maravilhoso. Em conversas na sala da casa dele, surgiu essa pessoa incrível, doida e apaixonante. Eu sou apenas uma peça na engrenagem dessa novela que marcou o Brasil, por isso quero dedicar esse trofeu para toda a equipe de Avenida Brasil. Muito obrigada mesmo", agradeceu a atriz ao receber o troféu.

Murilo Benício, que fez o Tufão, ficou com o prêmio de melhor ator, superando os colegas de folhetim Cauã Reymond e Marcello Novaes. "Novela é muito legal porque é uma coisa aberta, que demora muito para terminar, então dá para experimentar até o final. Hoje qualquer um poderia ter ganhado, porque, como é a opinião do público, é algo que a gente não está esperando ganhar", refletiu o ator, com o troféu em mãos.

Intérprete de Adauto, Juliano Cazarré ficou com o troféu de melhor ator coadjuvante. Ele concorria com José de Abreu e Marcos Caruso, que também atuaram na novela de João Emanuel Carneiro. "Fiquei muito surpreso, porque eu acabo perdendo todos os prêmios. Vim mais pela boca livre mesmo, porque o restrospecto era negativo. O único prêmio que eu ganhei era em dinheiro e eu nunca recebi", brincou o ator.

A menina Mel Maia foi escolhida a melhor atriz mirim e desbancou Ana Carolina Lannes, também de Avenida Brasil, e Luís Felipe Melo, de Salve Jorge. "Estava torcendo para os meus amigos, mas muito mais pra mim, é claro. Estou muito feliz. Quero agradecer ao público que votou em mim. A Rita foi uma surpresa que apareceu na minha vida. João Emanuel Carneiro, que novela, que personagem! Te agradeço muito, você vai ficar sempre no meu coração", disse a menina ao receber o prêmio.

Tiago Abravanel foi eleito o ator revelação do ano no prêmio. Ele concorria com Daniel Rocha e José Loreto, ambos de Avenida Brasil.  "Estou com a boca seca, passa um filme na cabeça, de todo mundo, de escolher o que vai fazer da vida, de mestres, amigos, família... As pessoas acham que ser artista é facil, mas não é. É muita coisa de que a gente se priva, muita coisa que a gente tem de correr atrás. Tem uma frase do Pequeno Príncipe: 'tu te tornarás eternamente responsável por aquilo que cativas'. E, se hoje eu estou recebendo esse prêmio é por vocês", disse o ator ao receber o prêmio.

Titina Medeiros, que fez Socorro na novela Cheias de Charme, seu primeiro trabalho na televisão, foi eleita a atriz revelação, superando Cacau Protásio e Débora Nascimento, ambas de Avenida Brasil. "Tenho uma família de pessoas simples, que têm o pé no chão, que lembram o tempo todo que a realidade existe. Mas foi tudo muito rápido. Sou a atriz há muito tempo, mas a televisão tem essa capacidade de chegar em milhões de pessoas. No começo fiquei um assustada, mas acabei me acostumando e hoje estou muito feliz", disse a atriz logo depois que Faustão anunciou o prêmio.

O prêmio de melhor ator de comédia foi para Rodrigo Sant'anna, do humorístico Zorra Total, deixando para trás Fernanda Torres e Leandro Hassum. "Queria agradecer a todos vocês que mais uma vez acreditaram no meu trabalho e me deram a oportunidade de estar aqui recebendo um troféu que é apenas um símbolo, mas que mostra como vocês gostam do meu trabalho. Queria agradecer também à minha familia, que proporciona a minha estabilidade emocional", discursou o ator.

Na categoria jornalismo, Sandra Annenberg, apresentadora do Jornal Hoje, surpreendeu e desbancou Patrícia Poeta e William Bonner, ambos do Jornal Nacional. Ela aproveitou o discurso de agradecimento para fazer uma homenagem às famílias que perderam filhos no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria. "Gostaria de dividir esse prêmio com as 240 famílias que perderam seus filhos na tragédia de Santa Maria. Eu estive lá e foi uma das coisas mais difíceis que já fiz, foi uma tristeza profunda, mas espero que a gente possa renascer um pouquinho a cada dia", disse ela. 

Camaro Amarelo, de Munhoz e Mariano, foi escolhida a música do ano no prêmio, deixando para trás Amor de Chocolate, de Naldo, e Assim Você Mata o Papai, do Sorriso Maroto. "Tem nem o que falar, Faustão. Pelo amor de Deus, gente, vocês não têm ideia do que isso significa", disse Mariano. "Isso é dedicado a todo o nosso escritório, ao nosso empresário, à nossa família e ao nosso fã-clube", completou Munhoz, antes de cantar a música campeã com a plateia do Domingão

Roberto Carlos ainda ganhou um prêmio especial no Melhores do Ano pelo conjunto da obra. "Como disse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ele é um caso raro em que o rei não foi imposto, mas escolhido", justificou Faustão antes de entregar o prêmio. O cantor falou sobre o seu mais recente sucesso, Esse Cara Sou Eu. "É uma sensação maravilhosa, bicho. Toda hora eu ouço uma criança dizer 'olha o cara aí'. Outro dia um menininho no camarim me perguntou se eu era o cara e eu respondi que não, mas que estou tentando. Acho que um dia chego lá", brincou. Ele ainda fez um agradecimento especial a Glória Perez, autora de Salve Jorge, já que a canção é o tema do romance de Morena e Théo. "Só conseguimos fazer sucesso nesse nível por causa da novela", disse.

Confira a lista completa dos vencedores:

Melhor atriz - Adriana Esteves (Avenida Brasil)

Melhor ator - Murilo Benício (Avenida Brasil)

Melhor atriz coadjuvante - Isis Valverde (Avenida Brasil)

Melhor ator coadjuvante - Juliano Cazarré (Avenida Brasil)

Ator revelação - Tiago Abravanel (Salve Jorge)

Atriz mirim - Mel Maia (Avenida Brasil)

Atriz revelação - Titina Medeiros (Cheias de Charme)

Ator de comédia - Rodrigo Sant'anna (Zorra Total)

Telejornalismo - Sandra Annenberg (Jornal Hoje)

Música do ano - Camaro Amarelo, de Munhoz e Mariano

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade