0
TV

Atriz chama RedeTV! de caloteira e acusa canal de incentivar prostituição

Priscila Vilela disse que produção do Teste de Fidelidade só lhe pagaria após "teste do sofá"; em comunicado, RedeTV! se disse perplexa com acusações

5 ago 2013
18h47
atualizado às 20h24
  • separator
  • comentários

Uma atriz/modelo chamada Priscila Vilela publicou, no domingo (4), um vídeo no You Tube com acusações pesadas contra a RedeTV!. Intitulado "paga meu cachê, RedeTV", ele traz um depoimento de pouco menos de 9 minutos no qual a profissional se diz vítima de calote da emissora, que não lhe teria pagado por um trabalho como "sedutora" do Teste de Fidelidade exibido no último dia 14 de julho. 

<p>Priscila Vilela (&agrave; esquerda) em cena no Teste de Fidelidade exibido no &uacute;ltimo dia 14 de julho, na RedeTV!</p>
Priscila Vilela (à esquerda) em cena no Teste de Fidelidade exibido no último dia 14 de julho, na RedeTV!
Foto: Reprodução

Mas Vilela foi mais além. No vídeo, a atriz afirma com indignação que o motivo de não ter sido paga foi o fato de ter se recusado a fazer um infame "teste do sofá" com o diretor da atração. Ela ainda acusou a emissora de transformar modelos em prostitutas. Em comunicado, a RedeTV! repudiou as acusações.

"Sofri um assédio dentro da RedeTV!, gravei o programa e sei muito bem por que não recebi o cachê [...], ele (o diretor do Teste de Fidelidade) me falou que já pegou todas as sedutoras, mas tem um negócio: eu não sou puta. Então sei muito bem que ele não quis me pagar o cachê porque não saí com ele", acusou.

"E to falando isso na cara da RedeTV! por causa dessa mania que ela tem de ficar prostituindo as meninas que tem lá dentro [...]. Existe uma coisa chamada ficha rosa, uma modelo que faz programa. Você acha que uma pessoa que ganha R$ 100, R$ 200, R$ 300 de cachê vive disso? E eu sei muito bem do esquema que a RedeTV tem lá dentro de transformar as meninas no que elas não são! A RedeTV! que tome cuidado."

Ainda segundo Vilela, o diretor prometeu dar o cachê apenas se ela apagasse os posts de acusações que publicou em sua página no Facebook nas últimas semanas. A modelo também disse que o programa, em que mulheres colocam à prova a fidelidade de seus parceiros, é armado.

Em comunicado, a produção do Teste de Fidelidade rechaçou as acusações e afirmou que "serão adotadas as medidas judiciais cabíveis". "A produção informa que atua com absoluto profissionalismo e manifesta perplexidade e repúdio em relação à postura da artista. Além disso, o cachê da atriz foi regularmente pago nos termos combinados, conforme recibo assinado, em poder da produção", diz.

Vilela não foi encontrada para prestar esclarecimentos ao Terra.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade