0
TV

Atriz de 'Clandestinos' não se deslumbra com estreia na TV aberta

16 dez 2010
07h22
Manoela Reis

Elisa Pinheiro faz o tipo "pé no chão". No ar como a agitada produtora Elisa em Clandestinos - O Sonho Começou, a atriz interpreta seu primeiro papel fixo na TV aberta. Mas prefere não criar expectativas quanto a sua carreira no veículo. "Não tenho essa ilusão de que a minha vida vai mudar depois desse papel. Como já estou com 30 anos, passou aquele sentimento que me dizia 'agora você vai estourar'", garantiu a atriz, que trabalha há 8 anos no teatro.

A série de TV segue a mesma linha da peça homônima em que é baseada, trazendo basicamente as mesmas histórias, personagens e conflitos. O único papel que não existia na obra original era o de Elisa, que foi criada para ser a interlocutora de Fábio Enriquez, protagonista da trama. "Na peça ela não era necessária, já que o Fábio podia falar diretamente com o público. Na TV isso não funciona", explicou. Mas, depois de ter sido escolhida para a série, o diretor e autor João Falcão também resolveu incluir o papel dela no espetáculo teatral. "Já havia participado do espetáculo, mas com outra personagem. Quando soube que ia voltar com um papel fixo, fiquei feliz, principalmente, por poder trabalhar com ele por mais tempo", comemorou.

Apesar de estrear na TV aberta, a série da Globo não é o primeiro trabalho de Elisa no veículo. Antes, a atriz integrou o elenco do "sitcom" Quase Anônimos, do Multishow, onde vivia a dona de um bar que funcionava dentro do teatro onde se passava grande parte da trama. No humorístico, Elisa contracenava com Pedro Henrique Monteiro, que hoje está no ar em S.O.S. Emergência, e com Nina Morena, filha da atriz Marília Pêra. "Nós formávamos uma trupe que se divertia nos bastidores do programa. Uma galera do teatro querendo levar um pouco dessa loucura para a TV", lembrou. Mas, apesar da diversão durante o trabalho, a série não terá segunda temporada devido ao pouco dinheiro disponível para a produção. "A primeira já foi feita aos trancos e barrancos, com os poucos recursos que tínhamos. Chegou a se levantar a hipótese de uma continuação, mas preferimos não fazê-la por enquanto", justificou.

Com o fim de Clandestinos, que termina nesta quinta, Elisa continua a direcionar sua carreira para os palcos. Formada em Teoria do Teatro pela Uni-Rio, a atriz alcançou uma rara estabilidade trabalhando apenas nos espetáculos. "Não que eu não queira diversificar, mas não é o que me motiva", jurou ela, que também não sente falta do status de celebridade proporcionado pela exposição na TV aberta. "Eu escolhi essa profissão porque adoro atuar. Gosto desse ofício e não da fama. Procuro desenhar a minha carreira para estar envolvida em projetos interessantes. Nesse caso, a escolha passa a ser pela produção e não pelo veículo", ressaltou.

Clandestinos - O Sonho Começou - Globo - quintas, às 22h50.

Elisa Pinheiro faz parte do elenco de 'Clandestinos'
Elisa Pinheiro faz parte do elenco de 'Clandestinos'
Foto: Jorge Rodrigues Jorge/Carta Z Notícias / TV Press
Fonte: TV Press

compartilhe

publicidade
publicidade