0
TV

Drama marca o final de 'A Lei e o Crime'

1 jun 2009
07h45
atualizado às 07h45



Depois de ganhar mais episódios devido ao sucesso de audiência, com média de 13 pontos no ibope,

Tião Meleca, vivido por André Ramiro, será nomeado o "rei da comunidade" após invasão da favela
Tião Meleca, vivido por André Ramiro, será nomeado o "rei da comunidade" após invasão da favela
Foto: Divulgação

A Lei e o Crime

entra na reta final com um desfecho dramático para a delegada Catarina (Francisca Queiroz). O último capítulo do seriado da Record, que vai ao ar na próxima segunda-feira, dia 8, será marcado pelo embate entre ela e Nando (Ângelo Paes Leme). A delegada acaba baleada na coluna e fica em uma cadeira de rodas, mas com possibilidade de reabilitação. Afinal, a personagem terá de se recuperar para a segunda temporada da série, que a Record confirma para o segundo semestre do ano que vem.

Às vésperas do encerramento da primeira temporada, o autor Marcílio Moraes comemora o sucesso do projeto, apesar da rotina corrida que o obrigou a trabalhar no "susto". "Inicialmente era apenas um especial de fim de ano. Depois virou um seriado e o número de episódios cresceu. Agora temos a idéia do filme, que tem de ser instigante para atrair as pessoas para a segunda temporada. Foi tudo em cima do laço, mas às vezes é bom trabalhar nesse ritmo. O descanso pode ficar para depois", diz Marcílio.

Assim como o autor, a personagem Catarina não deverá ter descanso. No final do último capítulo, ela prevê: "Meus médicos têm fé de que eu ainda possa me recuperar da lesão na espinha. No momento, só me resta esperar por uma segunda oportunidade". Mas já no capítulo que vai ao ar hoje, fortes emoções estão garantidas. Nando organiza uma invasão à favela do Cabeção e Tião Meleca, vivido por André Ramiro, será nomeado o "rei da comunidade". Lacraia (Aline Borges), por sua vez, vai terminar como a "rainha do Alvorada". Tudo porque, durante uma tentativa de fuga, Nando dá ordens à moça e ela consegue cumprir tudo o que é exigido. Por consequência, torna-se rival de Tião.

Falta sinopse do filme para oficialização
O diretor de A Lei e o Crime voltou a conversar com a direção da Record. A emissora sinalizou positivamente para o filme, mas falta oficializar o projeto. "A intenção é filmar em setembro e os trabalhos devem durar três meses", conta Alexandre Avancini. Marcílio Moraes promete apresentar a sinopse em breve. "Por enquanto tenho idéias soltas. Mas vamos ter situações diferentes da série", diz.

Quem também acaba mal é o advogado Renato (Eduardo Lago). Junto com Valter (Reinaldo Gonzaga) e Trancoso (Roberto Pirillo), ele planeja matar Catarina, mas acaba assassinado pelos comparsas.

O sofrimento de Catarina, no entanto, não para por aí. Mesmo apaixonada por Leandro (Heitor Martinez), ela coloca a ética profissional em primeiro lugar e prende o rapaz por todas as falcatruas que ele já cometeu. Mas a prisão não vai durar muito tempo, porque ele consegue escapar.

Fonte: O Dia

compartilhe

publicidade
publicidade