0
TV

Marjorie Estiano: nova personagem é precursora de meus outros papéis

25 ago 2012
09h46
Marcus Vinicius Pinto
Direto do Rio de Janeiro

A personagem de Marjorie Estiano em Lado a Lado, próxima novela das 18h da TV Globo, que estreia no dia 10 de setembro, é um começo de caminho da atriz em novelas. Não que seja a primeira personagem, mas Marjorie explica melhor isso. "Tenho feito mulheres com muita opinião, muita garra, que correm atrás, que acreditam no que querem. Talvez a Laura seja um pouco a precursora de todas as outras personagens que fiz", explica, já que Laura vai estar em conflito constante com a mãe, Constância (Patricia Pillar), além de ter um casamento de aparências com Edgar (Thiago Fragoso). "A relação com a mãe vai ser difícil do início ao fim. Vai ter que acontecer algo muito importante para isso mudar" adianta.

Aliás, problemas com a mãe não são novidades para Marjorie. Em A Vida da Gente, a personagem Manu tinha sérios problemas com a mãe, vivida por Ana Beatriz Nogueira. Em Páginas do Vida, o mesmo com a personagem de Lilia Cabral. "Acho que ter problemas com a mãe é um karma das minhas personagens. Em Duas Caras pelo menos minha mãe morreu" lembrou rindo.

Marjorie Estiano admite que sempre é difícil quando alguém quer mudar as coisas e sempre se enfrenta algum tipo de problema. "Quando aparece um organismo diferenciado dentro de uma célula semelhante, causa alguma perturbação", filosofa a atriz, que defende um pouco a Constância vivida por Patricia Pillar. "A Constância quer invadir a vida da filha, querendo arrumar a vida da família. Ela faz tudo por amor", disse, aproveitando para elogiar a atriz que viverá sua mãe na trama. "Patricia é um poço de generosidade, estamos muito próximas; a Camila também. A gente interfere uma no trabalho da outra e isso é perfeito para o jogo de atuar", explica, falando sobre a personagem Isabel, vivida por Camila Pitanga, que será sua melhor amiga na novela.

Sobre o relacionamento, em princípio conflituoso com o Edgar (Thiago Fragoso), Marjorie Estiano esclarece que no início os dois são como estranhos, mas que a partir do casamento eles voltam a se descobrir e faz uma comparação com a vida real. "Meu último relacionamento durou seis anos e ao longo desse tempo a gente foi se modificando. Acho que na relação acontece muito isso. E às vezes vocês mudam tanto que não se encontram mais. Torço para que um casal se mantenha indo na mesma direção, mas o amadurecimento individual é inevitável e acaba levando cada um para seu lado".

"Tenho feito mulheres com muita opinião, que acreditam no que querem. Talvez a Laura seja precursora de todas as outras personagens que fiz", disse Marjorie
"Tenho feito mulheres com muita opinião, que acreditam no que querem. Talvez a Laura seja precursora de todas as outras personagens que fiz", disse Marjorie
Foto: Mauro Pimentel / Terra
Fonte: Terra
publicidade