6 eventos ao vivo
TV

No ar em 'Rebelde', atriz emplaca novo trabalho com adolescentes

16 set 2011
14h26
atualizado às 14h31
MÁRCIO MAIO

Trabalhar para os jovens não era uma prioridade para Nanda Ziegler. Mas a intérprete da recalcada Helena de Rebelde vê com bons olhos os rumos que sua carreira tomou. A atriz começou a interagir com esse público quando integrou o elenco de Caminhos do Coração, na pele da inconstante Bianca. A novela acabou caindo nas graças das crianças e dos adolescentes e Nanda permaneceu com a mesma personagem em Os Mutantes e Promessas de Amor. E hoje, dois anos depois de se despedir do trabalho, agradece poder participar, mais uma vez, de uma história "teen". "Acho que isso vai se refletir positivamente no futuro. Essa meninada que nos assiste agora será a mesma que vai me ver senhorinha, fazendo novelas. Esses garotos são os telespectadores de amanhã", prevê.

Na história, Helena é uma assistente do empresário Franco, vivido por Luciano Szafir, que nutre em segredo uma paixão pelo patrão. É nesse conflito passional que se escondem os traços de vilania da personagem. Sempre que pode, dá uma de sonsa e apronta algo para atrapalhar a vida amorosa do chefe. Agora, com a proximidade do casamento dele com a cantora Eva, de Adriana Garambone, suas maldades tendem a ganhar mais espaço na história. "Acredito que, nesse caso, depois da bonança, venha a tempestade", torce.

Contratada da Record há seis anos, Rebelde já é a sua sexta novela na emissora. Além da trilogia Caminhos do Coração - Os Mutantes, ela também participou de Vidas Opostas, na pele da jornalista Latife, e de Prova de Amor, sua estreia na televisão, como a prostituta Gigi. Esse último trabalho, inclusive, é considerado por ela o mais importante até hoje. "Era um personagem com grandes possibilidades", avalia a atriz, que começou a estudar Teatro ainda adolescente, na época da escola.

A chance de atuar na tevê veio depois que conheceu, durante um curso em Minas Gerais, o autor Tiago Santiago. Foi ele quem indicou Nanda para um teste com o diretor Alexandre Avancini, na época em que os dois escalavam o elenco de Prova de Amor. "Na verdade, eu já tinha sido escolhida. O Tiago só queria ver se eu ia me encaixar naquele papel", explica a atriz, que hoje é casada e tem um filho com Avancini. "É claro que isso contribui para que eu guarde recordações especiais dessa época", admite.

Trabalhar com o marido nunca foi um incômodo para Nanda. Tanto que de todas as novelas que participou na Record, Rebelde é a primeira que não tem a direção de Avancini. A atriz garante que nunca sentiu qualquer preconceito por parte dos colegas, mas acredita que já tenha sido vista como a "mulher do diretor" por alguns. E, talvez por isso, tenha recebido com tanta satisfação o convite para atuar na novela de Margareth Boury, que é dirigida por Ivan Zettel. "Ser escalada para Rebelde me mostrou que a emissora realmente aposta e confia em mim", valoriza.

A atriz interpreta a Helena, que é apaixonada pelo o personagem de Luciano Szafir
A atriz interpreta a Helena, que é apaixonada pelo o personagem de Luciano Szafir
Foto: Luiza Dantas/Carta Z notícias / TV Press
Fonte: TV Press

compartilhe

publicidade
publicidade