2 eventos ao vivo

Mariana Ximenes aposta na redenção de Clara em 'Passione'

28 out 2010
07h43

Clara (Mariana Ximenes) vai ficar boazinha nos próximos capítulos de Passione. Na luta para conseguir a tutela da irmã Kelly (Carol Macedo) e livrá-la das garras da avó Valentina (Daisy Lúcidi), a vilã vai ficar sensível e até voltar para Totó (Tony Ramos). Nessa quarta-feira (27) foram gravadas as primeiras cenas de reaproximação dos dois, em que Totó vai encontrar a ex-mulher na rua após deixar Candê (Vera Holtz) em casa.

Cabisbaixa e sozinha, a garçonete volta do juizado com a notícia que precisa estar estável financeiramente e casada para conseguir ficar com a irmã mais nova. Quando vê Clara, Totó imediatamente manda o filho Adamo (Germano Pereira) ir para casa e avisa que vai em seguida. O camponês atravessa a rua e cumprimenta a ex, que acaba desabafando com ele.

"Entramos numa nova faceta da Clara, mas com a avó, por exemplo, ela se mantém bem apimentada. Acho que ela gosta do Totó de verdade. Ela enxerga nele possibilidades de uma vida que não teve, família, um homem que gosta dela. Mas acredito na mudança sim, embora a prefira má", declara Mariana Ximenes. A atriz assume ainda que gostaria que sua personagem fosse uma das assassinas da trama. "Estar envolvida em cenas misteriosas de uma novela é sempre bom, né? Mas estou aberta para tudo o que Silvio (de Abreu, o autor) decidir. Estou muito feliz com essa personagem", declara.

Sobre um possível romance com o cantor Diogo Dias (Daniel Boaventura), a atriz acha improvável: "Não sei se eles vão se relacionar, mas ele está tentando. Já fiz cenas em que ela diz abertamente para ele: 'Você está me cantando?' Ela o rejeita porque gosta do Totó e também por não querer mais confusão, esta focada em ter a guarda da Kelly".

O elenco se divide
A mudança de Clara vai ser mais uma polêmica de Passione. Além do segredo de Gerson (Marcello Antony) e do assassino que já matou Eugênio (Mauro Mendonça), Saulo (Werner Schünemann) e eliminará Noronha (Rodrigo dos Santos), a nova faceta da moça provoca comentários do elenco. "Acho que todo ser humano tem que ter a oportunidade de se modificar. Mas Clara é fruto do meio, criada com total desamor, desafeto, explorada pela avó", analisa Tony Ramos. "Qual o valor da chance em mudar de vida e o tamanho da ambição que Clara tem?", questiona o ator, com tom de desconfiança.

Já Vera Holtz põe mais fé na garçonete. "A Candê acredita nela, é uma mulher de fé. Acredito que por uma boa causa uma pessoa pode se transformar. O grande mal daquela casa, é a Valentina (Daisy Lúcidi)", avalia.

Mariana Ximenes prefere que Clara seja má
Mariana Ximenes prefere que Clara seja má
Foto: TV Globo / Divulgação
Fonte: O Dia
publicidade