0
TV

'Os Caras de Pau' voltam à Globo em episódios temáticos

26 mar 2010
14h24
atualizado às 14h42
Mariana Trigo
Direto do Rio

Um dos motivos do êxito de Os Caras de Pau, que chegou a ter audiência de 18 pontos na primeira temporada, é a sintonia entre Leandro Hassum e Marcius Melhem. Na pele dos atrapalhados Jorginho e Pedrão, respectivamente, a versão contemporânea e tupiniquim de O Gordo e o Magro - dupla que fez grande sucesso no início do século passado em filmes cômicos - denuncia a cumplicidade entre o despachado Leandro e Marcius, um comediante mais observador que também assina o roteiro da produção com Chico Soares.

Com piadas emendadas, conversas que mais parecem esquetes improvisados, os atores levam para as gravações a intimidade que gozam. Nesta nova temporada, que estreia no dia 4 de abril, na Páscoa, com um programa sobre o tema, o dominical pretende exibir 18 episódios temáticos logo após A Turma do Didi. Com poucos ajustes, a produção volta ao ar abordando assuntos como medo, Dia das Mães, Copa do Mundo, festas, saúde e tecnologia, entre outros. "O humorístico está mais movimentado, mais maluco. Estamos nos cansando mais", avaliou Marcius. "É, mas sou eu que subo em árvore e fico de cara com pitbull rosnando", retrucou Leandro.

Basta observar, por poucos minutos, a quantidade de cacos inseridas a cada ensaio de cena no episódio sobre fobias para perceber que Leandro é incansável no improviso. "Sou o mais talentoso da dupla", brincou. Na cena, Pedrão leva Jorginho para fazer uma regressão para tentar curar seu medo de lagartixas. Ao chegar no consultório do Dr. Lélio, vivido por Paulo Carvalho, Jorginho faz tudo para não deitar no divã, mas acaba hipnotizado. No entanto, a cada fala do personagem, Leandro e Marcius inserem diversos cacos, o que arranca uma sucessão de risadas da equipe de produção. "Esse sofá está quebrado, não tem um braço!", reclama Jorginho. Pedrão devolve: "É um divã!", explicou, antes de Jorginho gritar: "Não ando de van".

Durante os poucos minutos entre o ensaio e a gravação, o texto é modificado diversas vezes. Mas logo Jorginho, personagem de Leandro, acorda avisando que viu Pedrão em vidas passadas vestido de imperador. "Você estava uma boneca na Roma antiga!", brincou Leandro, sob os olhares de aprovação do diretor Márcio Trigo.

Entre uma cena e outra, as provocações entre os atores continuam, sempre num clima leve e divertido. Nesse astral que favorece a criatividade, o diretor de núcleo, Marcos Paulo, avalia que resolveu fazer da produção uma espécie de trupe com um elenco com grande afinidade. "Por isso que existem poucos convidados no programa. Não adianta ter alguém que vire um quebra-molas, que interrompa a velocidade do humor deles", explicou o diretor.

Além do humor com apelo popular, um dos méritos da produção são as gravações em externas, que trazem frescor para o programa, quando a maioria dos humorísticos costuma ser gravada apenas em estúdios. "Nessa produção não trabalhamos com chroma key, não montamos praia em estúdio. Se tiver cena de praia, vamos até lá. Isso é um diferencial", valorizou Marcos, logo subindo para o switcher ¿ a mesa de edição ¿ para acompanhar cenas do episódio sobre festas.

De volta ao estúdio, Leandro e Marcius aparecem vestidos de Elvis Presley para uma tomada de uma festa a fantasia. Na cena desaparece o aparelho de som e a dupla decide chamar a polícia. "A cada gravação, gosto de desconstruir o que está escrito e colocar uma gracinha em cima, faço a perfumaria", orgulhou-se Leandro. Marcius logo completa: "Ele coloca a cereja no bolo", admitiu Marcius.

Marcius Melhem e Leandro Hasum em gravação de 'Os Caras de Pau'
Marcius Melhem e Leandro Hasum em gravação de 'Os Caras de Pau'
Foto: Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias / TV Press
Fonte: TV Press

compartilhe

publicidade
publicidade