0
TV

Programas de TV investem em personagens gays

4 jan 2011
17h19
atualizado às 17h33

Parece que, afinal, a TV vive uma onda pela diversidade e os direitos iguais. Enquanto no Brasil programas como Malhação começam a abordar os sofrimentos vividos por personagens gays, nos Estados Unidos a quantidade de seriados, especialmente os adolescentes, que abordam o tema é imensa.

Segundo informações do jornal Los Angeles Times e de revistas especializadas como a The Advocate, séries de TV como Gossip Girl, Pretty Little Liars, True Blood, 90210 e Hellcats passarão a investir massivamente nas histórias que envolvem seus personagens homossexuais.

Tais tramas começaram a ficar populares em Glee, uma das principais audiências da TV americana, que colocou em suas histórias, sem qualquer tipo de moralismo, dramas de personagens como Kurt (Chris Colfer), único gay assumido de seu colégio que sofria com os frequentes ataques dos colegas homofóbicos. Recentemente, a produção do programa contratou o ator Darren criss, que interpreta Blaine, outro personagem gay assumido que futuramente deve se envolver num romance com Kurt.

Em 90210, simpatizantes comemoraram quando o galã Teddy (Trevor Donovan) se envolveu com outro garoto nos mais recentes episódios da série. E tais histórias devem continuar por pelo menos mais essa safra de episódios inéditos programados para estrear entre o final de janeiro e o início de fevereiro em 2011.

"Eu me sentia como se o mundo não estivesse sendo realista sem personagens gays", disse a produtora do seriado 90210, Rebecca Sinclair, em entrevista ao Los Angeles Times. "Se eu tivesse criado o show, eu definitivamente colocaria um personagem gay desde o começo. Nossas histórias são sobre adolescentes que se apaixonam uns pelos outros. Precisamos de um jeito mais criativo para aumentar ainda mais essa diversidade", afirma.

Outros seriados mais adultos, como True Blood, colocam personagens gays e heteros circulando livremente num mundo que não está preocupado com os rótulos, mas sim com o sexo livre. Entre os personagens mais homoeróticos, figuram Jason (Ryan Kwanten), sujeito viciado em sexo e por vezes confuso com sua própria sexualidade e o vampiro Eric (Alexander Skarsgård), que frequentemente se relaciona com outros homens.

Entre os defensores da causa, produtores, artistas e executivos de grandes emissoras. Sinclair conta que, antigamente, os investidores tinham medo de tramas que envolvessem personagens gays, o que não acontece mais. "Estamos cada vez mais inseridos no contexto atual de sociedade ao mostrar que essas pessoas estão em todos os lugares e sofrem com o preconceito", diz. "Mostrá-las como pessoas normais e atraentes é mais um passo para combater a homofobia".

No Brasil, o autor Gilberto Braga prepara um núcleo inteiro formado por personagens homossexuais em Insensato Coração, nova novela das 20h da Globo. Um dos protagonistas, Eduardo (Rodrigo Andrade) vai se descobrir homossexual ao longo da trama, mesmo sendo um conquistador de mulheres, e passará por diversas dificuldades para assumir sua condição. Eduardo será filho de Sueli (Louise Cardoso), dona de um quiosque frequentado por gays - cinco deles no elenco fixo - na praia de Copacabana. A novela estreia dia 17 de janeiro.

Darren Criss e Chris Colfer, que vivem personagens gays de 'Glee'; Ryan Kwanten, maior figurão do homoerotismo em 'True Blood' e Trevor Donovan, que interpreta o galã Teddy, de '90210'
Darren Criss e Chris Colfer, que vivem personagens gays de 'Glee'; Ryan Kwanten, maior figurão do homoerotismo em 'True Blood' e Trevor Donovan, que interpreta o galã Teddy, de '90210'
Foto: Reprodução
Fonte: Redação Terra
publicidade