0

Sapatos, cavalos e joias: conheça as novas 'Mulheres Ricas'

4 dez 2012
17h32
atualizado em 5/12/2012 às 09h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Nessa terça-feira (4), em São Paulo, as participantes da segunda edição do reality show Mulheres Ricas, da Band, receberam a imprensa durante uma sessão de fotos e entre algumas participações especiais em programas da emissora.

A nova edição do reality show 'Mulheres Ricas' estreia dia 7 de janeiro, na Band
A nova edição do reality show 'Mulheres Ricas' estreia dia 7 de janeiro, na Band
Foto: Bruno Santos / Terra

Cozete Gomes, Aeileen Varejão, Andréa de Nóbrega, Narcisa Tamborindeguy e Mariana Mesquita vestiram roupas de gala para as fotos oficiais do programa e não esconderam seus luxos, desejos, caça à fama e até problemas e dificuldades no casamento, como ciúme, separação e declarações polêmicas. Conheça um pouco das novas participantes do Mulheres Ricas, que estreia dia 7 de janeiro, na Band.

Cozete Gomes
Cozete Gomes foi a primeira a receber os jornalistas, enquanto terminava de se arrumar para a sessão de fotos. “Com o programa quero mostrar que é possível chegar lá sim. Espero que minha trajetória sirva de exemplo. Minha carreira e meu sucesso são um exemplo”, exaltou ela.

Amante de sapatos – tinha 400 pares “até a semana passada”, como fez questão de ressaltar -, confessou que quando entra em uma loja não compra apenas um par. “Não consigo sair com menos de 12 ou 15”, disse. Sem cerimônias, Cozete não esconde a vontade de ser famosa e mostrar seu dia a dia (do qual se orgulha) aos telespectadores. “Quero que saibam quem eu sou. O que falta é o Brasil me conhecer”, opinou a mais exatravagante das participantes.

Outro luxo da empresária são seus carros. “Tenho sete! Um para cada estilo de atividade que vou fazer. Tem o carro para reunião, um conversível para balada... Gosto de dançar conforme a música”, explicou. Entretanto, segurança ainda não é uma preocupação para ela. “Ainda não caiu minha ficha. Meus carros são blindados, mas nunca quis seguranças colados em mim. Acho que vou adotar de forma mais externa”, garantiu.

Quando questionada se tem um sonho de consumo, ela – que tem um ateliê e costuma pintar quadros – respondeu rapidamente que gostaria de ter um apartamento em Paris para se dedicar às obras. “Não seria sonho para ter, seria para usar, ter inspiração”.

Aeileen Varejão
Aeileen Varejão aceitou o convite para participar do Mulheres Ricas pensando em sua carreira artística. “Quero mostrar meu dia a dia, não tomar champanhe em taça de ouro”, contou. Sua rotina de “mulher rica” parece normal. “Faculdade todo dia, aula de canto todo dia, ensaio com banda, cavalos, família e fazenda”, resumiu a cantora de música country. “Faço compras, mas esse universo não faz parte de mim”, completou ela, que garante ser muito “pé no chão”.

Val Marchiori – que apesar da emissora e do elenco não confirmarem a participação da socialite na segunda edição do reality show – também foi assunto entre as novas Mulheres Ricas. “Tenho medinho dela”, disse Aeileen, aos risos. “Ela é imprevisível, mas não ligo para o que ela vai achar de mim ou não. Acho que as pessoas têm que ponderar o que falam, para não ser falta de edução. Não admito falta de respeito”, garantiu.

Andréa de Nóbrega
Andréa de Nóbrega, ex-mulher de Carlos Alberto de Nóbrega, começou a conversa despistando sobre sua maior paixão: bolsas (principalmente da marca Louis Vuitton). “Não é legal falar o número exato que tenho, porque assusta”, brincou ela. “A diretora da marca me chama para lançamento, coquetel...”, continuou.

Sobre a polêmica com o ex-marido, que criticou publicamente sua participação no reality show, Andréa tentou amenizar a situação. “Não pretendo rebater a críticas no programa. “Quando aceitei a gente conversou. Ele não aceitava por causa das crianças”, disse ela, que tem dois filhos com o humorista. “Ele tinha medo que pudesse expor os dois. Tenho carinho e respeito (por ele), somos amigos, ele vai em casa ver as crianças”, explicou ela.

Andréa revelou ainda que suas rendas são algumas casas alugadas, além da pensão de Carlos Alberto. “Já usei o cartão de crédito dele para compras, mas há três anos (desde o divórcio) não uso mais”, explicou ela, sobre rumores de que teria feito compras com um cartão dele.

Bem-humorada, a empresária contou que só aceitou o convite para o programa para tentar se lançar na TV – sem ser na sombra do marido, como acontecia no A Praça É Nossa, do SBT. “O ciúme do Carlos Alberto me fechava, ele não deixava”, lamentou ela, que gostaria de trabalhar em um programa de humor.

Mariana Mesquita
Mariana Mesquita é mulher do ex-jogador Luizão. Linda e loira, ela não esconde a animação com o programa.  “Antes ele (marido) não me deixava trabalhar, porque eu me dedicava à carreira dele e à família. Ele não queria que eu trabalhasse, tinha ciúme e não queria que eu saísse de casa. Agora ele concorda”, comemorou.

Formada em Artes Cênicas, Mariana pensa em fazer programas na TV após o Mulheres Ricas. “Não quero fazer novela, porque acho que estudei pouco”, explicou. Entre suas extravagâncias estão compras de roupas, acessórios e bolsas. “Não sou de joias. Falo que sou uma patricinha maloqueira”, disse aos risos. “Não tenho essa de preço, se gosto de uma coisa na rua, compro. Posso usar um prendedor de cabelo da 25 de Março e uma joia de marca”, exemplificou.

Narcisa Tamborindeguy
Última a chegar para a sessão de fotos, Narcisa Tamborindeguy era a mais aguardada. Abatida, a socialite explicou o desânimo durante a entrevista. “Roubaram todas as minhas joias em um táxi. Minha assessora esqueceu a mala no carro”, lamentou. “Valia muitos mil (Reais)”, completou.

Com respostas curtas e rápidas, Narcisa explicou por que aceitou voltar para a segunda edição do programa. “Fui muito bem tratada, eu gostei. E amo a Band, estou feliz aqui”, disse. Para o ano que vem, além de estrelar o reality show, a socialite contou seu planos. “Estou cheia de projetos, lançarei um livro e, quem sabe, até um filho”, finalizou ela.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade