0

'Mulheres Ricas' trocam alfinetadas e ironias em coletiva em SP

15 dez 2012
10h07
atualizado em 27/2/2013 às 18h44
  • separator
  • 0
  • comentários

A proposta da coletiva de imprensa de Mulheres Ricas, realizada na noite de sexta-feira (14), na Grande São Paulo, era colocar cada uma das participantes da segunda temporada do programa para falar sobre a experiência de ter participado dela - o evento também incluiu a gravação do último episódio da nova edição do reality show, cuja estreia ocorre no dia 7 de janeiro, na TV Bandeirantes. No entanto, a presença das polêmicas socialites Val Marchiori e Narcisa Tamborideguy na mesa ao lado das novas protagonistas da série a transformou em uma reunião de alfinetadas, ironias e gargalhadas - muitas gargalhadas.

Convidada para a 2ª temporada do reality, Val Marchiori (à esq) foi motivo de discórdia em evento
Convidada para a 2ª temporada do reality, Val Marchiori (à esq) foi motivo de discórdia em evento
Foto: Bruno Santos / Terra
 

Se fosse uma novela, ela seria a chata. Não seria a vilã. Ela não se preocupa com si, se preocupa com que fulana faz, com o que fulana veste. É fácil criticar e subir pelos defeitos dos outros do que por suas próprias virtudes", disse Andréia Nóbrega, ex-mulher do humorista Carlos Alberto de Nóbrega, em referência a Val Marchiori, uma das convidadas da nova temporada do reality. "Tem diferença entre opinião e comentário maldoso. Ocorre uma auto-afirmação muito desnecessária", completou a empresária Cozete Gomes

 

Eis que Val adentra o recinto com grandes brincos cravejados de brilhantes e cabelos loiros com ondas impecáveis. "Hello!", auto-anunciou-se, deixando as colegas ricas com cara de certo desagrado. "Eu acho que o programa é para se divertir", opinou, com voz empostada, assim que se sentou. "Sim, mas você se diverte é com as besteiras que faz", já rebateu Andréia. "Eu brinco. Noto as coisas e falo, sou sincera. Quando não gosto de algo, critico", prosseguiu a socialite, sempre exaltando seu estilo de vida - exibido no reality como focado em ostentação e brindes de champanhe diários em taças de ouro. "Mas criticar não é a mesma coisa que magoar", respondeu Mariana Mesquita, mulher do ex-atacante Luisão, uma voluptosa loira cujo estilo destoava do das outras participantes, com maquiagem básica, corpo malhado e roupas que realçavam as curvas e os seios.

 

Se eu quiser comprar um avião, compro. Mas não preciso, porque um helicóptero é muito mais útil para mim no dia a dia. Se eu quiser viajar para fora, compro uma passagem de primeira classe, de classe executiva, e vou", prosseguiu Cozete, se referindo a um comentário de Marchiori, no qual a socialite disse que era mais rica do que a empresária pelo fato de ter um avião. "É relativo. Você investe no que é importante. Eu prefiro investir em imóveis do que em avião", continuou Mariana, apoiando a colega.

 

Val peramaneceu praticamente muda enquanto suas colegas seguiam com discursos que contrariavam seu tão divulgado estilo rico de ser. Até a chegada de outra protagonista da primeira temporada do programa, também escalada para participar da segunda. "Ai que loucura! Ai que delícia", gritou a socialite carioca Narcisa Namborideguy,  famosa pelas alfinetadas públicas à ex-colega de reality. E, após ter sido recebida com palmas por grande parte dos presentes no evento, ela não tardou em demonstrar sua falta de afeto pela colega: levou consigo quatro cópias da recém-lançada biografia de Reynaldo Gianecchini, Giane, e distribuiu a cada uma das ricas. Menos para uma. "Não sabia que você vinha, então não trouxe para você, Val", disse, sorrindo.

 

Val, no entanto, insistiu em demonstrar que, apesar das polêmicas, "gosta de Narcisa, a acha engraçada e estava com saudades". "Ai, que falsidade!", respondeu Narcisa, em alto volume, para depois ironizar: "você é muito legal".

 

A loira ainda prosseguiu: "vamos viajar juntas, Narcisa. Vamos! Você não iria?". "Não iria, obrigada. Depois deste programa, que é o último, não vou a lugar nenhum", contrariou Tamborideguy, mostrando que a relação entre as duas, ao menos publicamente, se limita à atuação em um mesmo reality show.

 

Novos valores

Se a primeira temporada de Mulheres Ricas foi marcada por discursos de ostentação de riqueza, as novas participantes do programa garantem que a nova edição tem uma abordagem totalmente diferente. "É mais conteúdo. A primeira temporada mostrava seu estilo de vida em termos. Na segunda, cada uma mostra o que realmente faz, a vida real. Jamais você fica realmente tomando champanhe 24 horas por dia", exemplificou Nóbrega, corroborada pelas colegas. "Tudo o que eu mostro é o que vivo. Não tem fake. São meus amigos e minha família, as pessoas que fazem parte do meu dia a dia. Não chamo ninguém para vir em casa por que vão filmar para o programa", completou Mariana.

 

Mas as três novas participantes - no momento da coletiva, a cantora Aeileen Varejão, a quarta protagonista do reality, fazia passagem de show para sua apresentação na noite do evento, abertura para o show de Leonardo - garantiram que, apesar de terem procurado manter uma postura menos crítica em relação às colegas ao longo das filmagens da temporada, haverá, sim, polêmica na segunda edição do programa. "A gente tem que conversar, falar antes de iniciar um conflito. Mas tem gente no programa que não age assim", disse Cozete. "São cinco mulheres diferentes, que comem de formas diferentes, se vestem de jeitos diferentes. Então é claro que tem algumas diferenças (entre elas)", concluiu Mariana. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade