0
TV

Saiba tudo sobre 'Buffy - A Caça Vampiros', atração do Terra TV

7 jun 2010
16h41
atualizado às 16h50
  • separator
  • comentários

No verão americano de 1997, a Warner Channel passava por suas habituais reprises, depois de exibir episódios inéditos de seus programas de sucesso. Com poucos adolescentes assistindo TV para aproveitar as férias escolares, os executivos do canal decidiram lançar alguns programas "tapa-buraco", que seriam exibidos até que outros de maior apelo popular estreassem. Buffy - A Caça Vampiros estava à venda pela Fox há algum tempo, desde que o até então desconhecido Joss Whedon, em parceria com o produtor Gail Berman, tinha rodado um piloto praticamente com recursos próprios, dado o pouco interesse do estúdio.

Não era para menos. Whedon já havia transformado Buffy em franquia em 1993, quando lançou sua história nos cinemas, mas a quase ausência de orçamento a classificou como uma das piores produções cinematográficas da história. Sobre o projeto, o criador afirma que muita gente deu seus palpites errados, estragando-o. Um dos produtores, Fran Rubel Kuzui, encarava o roteiro, sobre uma garota patricinha que mostrava-se extraordinária após compreender sua missão, como uma comédia família.

Quatro anos depois, Berman entenderia tal script como a chance perfeita de criar uma franquia. No conceito de Whedon, Buffy era a mistura de dois hits televisivos da época: Barrados no Baile , sobre a vida de adolescentes num condado da Califórnia, e Arquivo X , suspense sobrenatural que já tinha se tornado febre. O sim da Warner veio no final de 1996, quando foram encomendados os 12 episódios que se tornariam a minissérie Buffy - A Caça Vampiros .

A estreia ocorreu às escuras, numa terça-feira de março. A produção amadora - a Warner liberou cerca de US$ 3 milhões para a confecção de toda a temporada (futuramente, cada episódio custaria cerca de US$ 2,3 milhões, segundo o IMDB ) - realçava o tom "hype/trash" tão desejado pela emissora e rapidamente a série caiu no gosto popular. Mais de dez anos depois de sua estreia, Buffy - A Caça Vampiros já foi citada como a segunda melhor série de todos os tempos pela revista Empire e a nona pela Entertainment Weekly . O episódio musical Once More, With Feeling ocupa o sexto lugar na lista de episódios mais memoráveis dos seriados de televisão da revista TV Guide e sua trilha sonora alcançou rapidamente o número um das paradas americanas na categoria.

Tanta popularidade só faria bem ao show. De produtor desconhecido, Joss Whedon tornou-se um dos mais cultuados representantes do mundo "nerd". Depois de Buffy , ele entrou para o time de roteiristas da Marvel, escrevendo para quadrinhos como X-Men , e transformou sua produtora independente, Mutant Enemy, numa espécie de fábrica de potenciais sucessos televisivos. Mas nenhuma de suas produções foi tão compreendida - ou incompreendida, em alguns casos - como a série da caçadora de vampiros adolescente.

Qualidade crescente
Um dos aspectos mais positivos de Buffy é sua qualidade crescente. Ao longo de sete temporadas, Whedon aproveitou o espaço para criar um universo à parte e seus personagens cresceram junto com os espectadores - algo que não acontecia em similares adolescentes, como a própria Barrados no Baile e Dawson´s Creek .

Inicialmente, a trama centra-se no papel de Buffy (Sarah Michelle Gellar), a escolhida para enfrentar as forças do mal e mantê-la bem longe do mundo dos homens. Ao seu lado, os fieis escudeiros Xander (Nicholas Brendon) e Willow (Alyson Hannigan). Nas suas aventuras, Buffy ainda contava com a ajuda do guardião Giles (Anthony Stewart Head) e do vampiro bonzinho Angel (David Boreanaz), condenado a ter uma alma para ser punido pelas maldades que fez nos últimos 200 anos.

Posteriormente, Buffy passou a dar espaço para tramas existenciais. Metáforas para o consumo de drogas, a morte por causas naturais, a maturidade e a agonia adolescente foram ganhando espaço, apoiadas no plano de fundo dos temas sobrenaturais. Afinal, todos enfrentam seus demônios, cada um ao seu modo.

Assista aqui ao 1º episódio da série, Bem-Vindo à Boca do Inferno - Parte I , no Terra .

Exibição
Buffy - A Caça Vampiros terá um episódio novo a cada segunda-feira, a partir das 7h. Eles ficarão disponíveis por até quatro semanas, devendo ser substituídos por outros inéditos conforme os períodos expirarem.

Sobre o Terra
O Terra é uma empresa de internet e mídia digital com audiência mensal de 38 milhões de visitantes únicos por mês no Brasil. Reúne em um só lugar os profissionais e amadores conteúdos mais relevantes, oferecendo ferramentas de interatividade e uma experiência única de navegação. O Terra Brasil é parte do Terra América Latina , que comemorou dez anos em 2009.

Presente em 18 países, incluindo os Estados Unidos, o Terra conta com 60 milhões de visitantes únicos por mês. Destes, mais de 8 milhões visitam o Terra TV , com uma média de 66 milhões de streamings mensais e um acervo de cerca de 250 mil vídeos.

O Terra América Latina tem portais na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.



'Buffy - A Caça Vampiros': qualidade crescente em sete temporadas
'Buffy - A Caça Vampiros': qualidade crescente em sete temporadas
Foto: Divulgação
Redação Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade