0
TV

Tenista de 'A Vida da Gente' é uma veterana dos esportes

17 fev 2012
08h24
Caroline Borges

Após praticar ginástica olímpica por oito anos, Alice Wegmann não enfrentou dificuldades para interpretar a jovem tenista Sofia em A Vida da Gente, da TV Globo. A atriz, que já conhecia a dura rotina de atleta, chegava a treinar sete horas por dia.

"Era bem difícil e chegava a chorar. Eu me lembro daquela época e tento passar isso para a Sofia. Eu levei esse lado pesado dos treinos da ginástica para a novela", ressalta.

Atualmente, Alice, que é amante de esportes e muito vaidosa, corre e pedala na Lagoa e pratica academia toda semana, procurando sempre manter a saúde e boa forma. Segundo a atriz, a personagem está em uma fase independente e de mudança, já que passou a ser treinada por Ana, personagem de Fernanda Vasconcellos, e deixou de viver e ouvir as duras críticas da mãe, vivida por Gisele Fróes.

Madura e determinada, a personagem possui um relacionamento conflituoso com a mãe sempre exigente e implacável. "Ela gosta muito de jogar tênis, mas a mãe bloqueava muito isso nela. Por isso, ela não sabia se gostava do esporte por pressão ou por gostar", explica.

Nome: Alice Wegmann Corrêa.
Nascimento: em 3 de novembro de 1995, no Rio de Janeiro.
O primeiro trabalho na TV: Andrea, em Malhação, na TV Globo.
Atuação inesquecível: Sofia, em A Vida da Gente, na TV Globo.
Interpretação memorável: Carolina Dieckmann em Laços de Família, de 2000, na Globo.
Momento marcante na carreira: "Viver a Sofia atualmente".
Ao que gosta de assistir: "Gosto de assistir tudo, principalmente filme. E também sou apaixonada por novela".
O que falta na televisão: "Eu acho que nada. Sinceramente, são tantos canais com as mais variadas opções".
O que sobra na televisão: "Muitos programas exagerados e sensacionalistas".
Ator: Tony Ramos.
Atriz: Lilia Cabral.
Com quem gostaria de contracenar: Wagner Moura.
Se não fosse atriz, o que seria: Publicitária.
Novela preferida: Cordel Encantado, de 2011, na TV Globo.
Cena inesquecível na TV: Quando a personagem Camila, de Carolina Dieckmann, tem de raspar o cabelo em Laços de Família.
Melhor trilha sonora de novela: Laços de Família, de 2000, na TV Globo.
Melhor abertura de novela: Três Irmãs, de 2008, na Globo.
Vilão marcante: Claudia Abreu como Laura, em Celebridade, de 2003, na Globo.
Personagem mais difícil de compor: "Quando tive que interpretar um homem em uma peça que fiz no Tablado", referindo-se a uma escola de teatro no Rio de Janeiro.
Melhor bordão da TV: "Copiou, Farinha? Copiei, Seu Gomes!", dos personagens Farinha e Seu Gomes, vividos por Mussunzinho e Walter Breda em América, de 2005, na TV Globo.
Papel que mais teve retorno do público: Sofia, de A Vida da Gente, na Globo.
Que novela gostaria que fosse reprisada: Celebridade, de 2003, na TV Globo.
Que papel gostaria de representar: "Alguém bem louco, como uma psicopata. Como não tem nada a ver, seria bem diferente e muito legal".
Par romântico inesquecível: Luciana e Miguel, interpretados por Alinne Moraes e Mateus Solano, em Viver a Vida, de 2009, na TV Globo.
Filme: Antes de Partir, de Rob Reiner, de 2007.
Livro de cabeceira: Feliz por Nada, de Martha Medeiros.
Autor predileto: Meg Cabot.
Diretor favorito: Woody Allen.
Vexame: "Quando eu fui a uma peça do Miguel Falabella, chegou uma parte dos índios e todo mundo devia fazer aquele grito de índio com a boca. Só que a minha mãe pensou que fosse para subir no palco e falou para eu ir, e eu fui. Quando eu percebi, estava sozinha no palco de mãos dadas com Miguel Falabella".
Uma mania: "Falo muito gíria, como 'tipo' e 'cara'".
Um medo: Perder alguém muito próximo.
Projetos: "Assim que a novela acabar eu vou começar uma peça no Teatro da Gávea, Conto de Verão, de Domingos de Oliveira".

Alice Wegmann já conhecia a dura rotina de atleta
Alice Wegmann já conhecia a dura rotina de atleta
Foto: Carta Z Notícias / TV Press
Fonte: TV Press

compartilhe

publicidade
publicidade