4 eventos ao vivo

Nova série do Multishow abusa dos clichês sobre prostituição

19 jul 2013
16h49
atualizado às 18h28
  • separator
  • 0
  • comentários

O humor de baixo orçamento parece ter encontrado um bom lugar no Multishow. Como a nova série Uma Rua Sem Vergonha, que se propõe a retratar a prostituição através de um olhar menos óbvio. Entretanto, o canal desperdiçou a chance de sair do lugar-comum de um tema já bem desgastado na televisão. Com muita sensualidade, linguajar chulo e histórias piegas, a produção abusa dos clichês e não atinge seu maior objetivo: o riso.

Juliana Knust, Pollyana Rocha, Natália Vidal, Patrícia Elizardo e Jéssica Barbosa, série da Multishow conta sobre vida de prostitutas
Juliana Knust, Pollyana Rocha, Natália Vidal, Patrícia Elizardo e Jéssica Barbosa, série da Multishow conta sobre vida de prostitutas
Foto: Divulgação

Sua trama central se passa em uma boate de Copacabana, na Rua Prado Júnior – localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro, conhecida por seus inúmeros "inferninhos". Na história, cinco mulheres – Marlene, Brenda, Carla, Ludmila e Yasmin, encarnadas respectivamente por Juliana Knust, Pollyana Rocha, Natália Vidal, Patrícia Elizardo e Jéssica Barbosa – relatam, em detalhes, suas razões para entrar no mundo da prostituição. Na primeira semana de exibição, é Yasmin quem assume o papel de protagonista. Endividada por causa de um ex-namorado, ela precisa juntar R$ 5 mil para voltar para a Bahia. E logo é alertada pelas outras garotas do local, em um texto demasiadamente puxado para o clichê, que quem entra nessa vida não sai mais.

É na falta de originalidade, inclusive, que mora o grande erro da produção. A participação especial do ator veterano Tonico Pereira na pele do assanhado Tio Putinhas, por exemplo, é embalada por uma série de tiradas previsíveis. Diálogos forçados também são recorrentes ao longo da trama, o que deixa a série pouco interessante do ponto de vista do roteiro.

Sob a direção de Carolina Jabor e Cláudia Castro, a produção carrega uma estética "kitsch", abusa de cenários cafonas e com excesso de informações. A fotografia, propositalmente avermelhada, já anuncia a proposta mais quente da série, assim como a imagem sempre sombreada. Tecnicamente correta, mas com texto pobre, Uma Rua Sem Vergonha parece mesmo querer amparar-se na beleza de suas protagonistas. Entre o elenco feminino, Juliana se destaca. Não apenas por ser o nome mais conhecido da produção, mas pela boa atuação que apresenta no programa. A comicidade, a atriz mostrou não ser um problema. Com um humor ao mesmo tempo ácido e vulgar, sua personagem tem as melhores tiradas da trama. Mesmo ofuscadas, as outras atrizes da produção também não deixam a desejar na interpretação. Por fim, pelos atributos de seu elenco, a produção representa o encontro do reality show Casa Bonita e o típico humor realizado pelo canal.

Fonte: TV Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade