0

Comédia alemã "Toni Erdmann" é o maior vencedor do cinema europeu

10 dez 2016
21h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O filme alemão "Toni Erdmann" foi o grande vencedor na noite do cinema europeu e levou os cinco prêmios mais importantes, entre eles o de melhor filme do ano.

Esta comédia, com roteiro e direção da produtora Maren Ade (39 anos), conta a luta de um pai para recuperar o amor de sua filha, uma executiva agressiva que não encontra seu lugar na vida.

Além de melhor diretora europeia de 2016, Ade ficou com o prêmio de melhor roteiro, enquanto seus dois protagonistas conseguiram os de melhor ator, para o austríaco Peter Simonischek, e atriz, para a alemã Sandra Hüller.

Embora as apostas apontassem para que este prêmio seria para a francesa Isabelle Huppert por sua interpretação em "Elle", o rolo compressor alemão acabou vencendo em todas as categorias em que foi indicada.

Na categoria de melhor longa-metragem de animação as previsões se cumpriram e o prêmio foi para a coprodução franco-suíça "Ma vie de Courguette", de Claude Barras.

"Fuocoammare", escrito e dirigido pelo italiano Gianfranco Rosi, ganhou o prêmio de melhor documentário por seu relato da crise migratória que vive a ilha de Lampedusa, um trabalho pelo qual já tinha levado o Urso de Ouro da Festival de Berlim.

O prêmio do público ao melhor filme foi para o polonês "Body", da diretora Malgorzata Szumowska.

Veja também:

Parque de ferromodelismo é inaugurado sob pista de esqui na Alemanha
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade