0
Logo do Carnaval de São Paulo
Foto: Alessandro Buzas / Futura Press

Carnaval de São Paulo

Dória quer transferir Carnaval de rua da Vila Madalena

7 mar 2017
07h40
atualizado às 07h44
  • separator
  • comentários

A Prefeitura de São Paulo quer transferir, no ano que vem, o Carnaval de rua da Vila Madalena, zona oeste da capital paulista, para "áreas mais amplas", segundo o prefeito João Doria. Ele alegou que a região não comporta a quantidade de pessoas que se reúne na região durante a folia carnavalesca. A declaração foi divulgada nessa segunda-feira (6) em evento de lançamento do programa Empreenda Fácil, na capital paulista.

Apresentação do Grupo Maracatu no Bloco de Pedra, na Vila Madalena, em São Paulo (SP), no sábado (25).
Apresentação do Grupo Maracatu no Bloco de Pedra, na Vila Madalena, em São Paulo (SP), no sábado (25).
Foto: Érica Catarina Pontes/Futura Press

"Não é razoável que um bairro residencial receba 250 mil pessoas e, considerando um crescimento exponencial que foi de mais de 150% este ano, se isso ocorrer novamente no ano que vem, nós teremos 400 mil pessoas dentro de um bairro residencial, não é razoável que isso aconteça", disse Doria. Segundo ele, a folia na Vila começou reunindo 70 mil pessoas.

Doria garante, no entanto, que a medida não vai impedir a realização do Carnaval na cidade. "Ele continuará a crescer, só que de forma disciplinada, utilizando vias e espaços públicos que não comprometam o direito às pessoas que residem de chegarem às suas casas ou de saírem das suas casas". O prefeito não disse para onde o carnaval do bairro seria transferido.

O prefeito divulgou ainda que o Carnaval paulistano reuniu mais de 1,5 milhão de pessoas, desde a semana anterior à festa oficial, chamada de pré-Carnaval, até o último domingo (5). "Um número equivalente àquilo que Salvador, que tem o maior Carnaval de rua do País apresenta. São Paulo já tem números quase próximos àqueles da capital da Bahia. Já superamos o Rio de Janeiro, embora não seja uma competição", disse.

Veja também

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade