PUBLICIDADE

"Notícia boa seria morte de Sarney e Barbalho", diz Marcelo Madureira

29 mar 2012
12h48 atualizado às 12h58
12h48 atualizado às 12h58
Publicidade
André Naddeo
Direto do Rio de Janeiro

Presente no velório de Millôr Fernandes, que acontece nesta quinta-feira (29) no cemitério Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro, o humorista Marcelo Madureira comentou que quer saber quando os veículos de comunicação vão parar de dar notícias ruins. "Quero saber quando vão começar a dar as notícias boas, como a morte de José Sarney e Jader Barbalho", ironizou.

Voltando à TV com o Casseta & Planeta Vai Fundo, Madureira comentou que nunca viu ninguém com tanta moral quanto Millôr. "Foi um cara que traduziu obras de Shakespeare. Fiquei pessoalmente comovido e profissionalmente me sinto órfão", falou.

O velório acontece até as 15h desta quinta-feira. Após este horário, o corpo segue para o crematório São Francisco Xavier, em cerimônia reservada para amigos e familiares.

Millôr Fernandes morreu aos 87 anos nessa terça-feira (27), por falência múltipla dos órgãos. Nomes como Dilma Rousseff, Geraldo Alckmin, Gilberto Kassab, Arnaldo Jabor, Maurício de Sousa e Paulo Caruso lamentaram e repercutiram a morte do escritor.

Marcelo Madureira disse que se sente profissionalmente órfão com a morte de Millôr Fernandes
Marcelo Madureira disse que se sente profissionalmente órfão com a morte de Millôr Fernandes
Foto: Onofre Veras / AgNews
Fonte: Terra
Publicidade