0

'BBB17': Marcos celebra vitória do Anjo com selinho em Emilly após fim do namoro

Cirurgião plástico deu Castigo do Monstro para Rômulo e Daniel, neste sábado (18)

18 mar 2017
13h40
  • separator
  • comentários

Marcos é o novo Anjo do "Big Brother Brasil 17" após conseguir melhor pontuação na Pescaria "BBB". Na prova deste sábado (18), os participantes deveriam pescar o maior número de peixes até o tempo acabar. Cada um valia pontos diferentes, ou seja, alguns negativos e outros positivos. Além de ganhar R$ 2 mil, o cirurgião plástico terá direito a um almoço e uma surpresa. Para comemorar, o gaúcho de 37 anos deu um selinho em Emilly, com quem terminou relação dentro do confinamento, acompanhado de um abraço.

Rômulo e Daniel são escolhidos para Castigo do Monstro

Em seguida, Marcos leu o Castigo do Monstro. "Monstro Disco Club. Dois brothers vão sacudir o esqueleto no Disco Blub. Sempre que a música tocar, eles deverão ir até o palco e fazer uma performance animada. Divirtam-se!", concluiu o médico, fazendo sua escolha: "Rômulo e Daniel".

Emilly e Ieda discutem após a prova

Em conversa com Vivian sobre a prova, Emilly lamentou não term pego muitos peixes. Ieda, no entanto, ouviu tudo e insinuou que estudante não precisava de muitos, já que Marcos venceu a disputa. "Não fala o que você não sabe. Estava me esforçando. Gostaria de pegar pra dar imunidade porque sei que vocês vão colocá-lo", falou a jovem de 22 anos. A funcionária pública aposentada se justificou e avisou que era apenas uma brincadeira. "Sério. Por isso as pessoas são mal interpretadas. Só fiz uma brincadeira". "Então não faz comentários...", pontuou a irmã de Mayla, por quem foi defendida após críticas do ex-namorado Kayke Almeida .

Marcos se defende da acusação

Marcos se defendeu da acusão de que teria provocado a briga de Emilly e Ieda. "Não instigo briga mesmo. A Emilly tem o gênio dela e quem se mete, leva", disse o médico. Eles argumentam que a aposentada de 70 anos insinuou que gaúcha perdeu a Prova do Anjo por saber que cirgurgião poderia vencer. A estudante discordou e afirmou que ela foi maldosa. "A gente ouviu", afirmou a gêmea. "Cada um é responsável pelas suas atitudes. Não instigo ninguém a nada. Muitas das minhas brigas como ela são por isso. Tem que ter respeito na casa. Você vir dizer que eu instigo ela a brigar, esse colarzinho pra mim, não", pontuou Marcos, alvo do ciúme de Emilly.

(Por Patrícia Dias )

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade